Artigo Anais IV FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 124
RECONTANDO A HISTÓRIA: EXPERIENCIA DO PROJETO BALE NO HOSPITAL REGIONAL DE PAU DOS FERROS

Palavra-chaves: Espaço Não-escolar, Leitura, Bale Comunicação Oral 14 - A EXPERIÊNCIA DE LER, ENSINAR E APRENDER EM ESPAÇOS ESCOLARES E NÃO ESCOLARES

Resumo

(INTRODUÇÃO) Este trabalho é fruto da experiência vivenciada como membros/voluntárias do projeto Biblioteca Ambulante e Literatura nas Escolas – BALE no espaço não escolar, mais especificamente no Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade na cidade de Pau dos Ferros. (METODOLOGIA) Com as atividades de sua 5ª edição voltadas também para os espaços não escolares, o projeto desenvolveu uma ação pedagógica através do incentivo a leitura com os pacientes e familiares em atendimento no hospital, sendo ação extencista envolvendo docentes e discentes do Campus Avançado Profª Maria Elisa de Albuquerque Maia – CAMEAM da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN. Com o objetivo de relatar a visita ao hospital e perceber a importância da parceria entre universidade e comunidade, no sentido de está formando profissionais (voluntários) para atuar em espaços além da sala de aula. Para este estudo utilizamos como aporte teórico: Candido (1995), Abramovick (1997), Cosson (2009) como suporte para leitura e literatura como atividade motivacional e necessária para o desenvolvimento dos indivíduos; Vasconcelos (2001) para nortear as discussões sobre a prática pedagógica na classe hospitalar, dentre outros. (RESULTADOS) Partiu-se da compreensão de que o espaço não escolar sob um novo olhar no cenário de atuação das licenciaturas tem se tornado mais uma alternativa de parceria com a academia, através da pesquisa e da extensão, favorecendo o desenvolvimento de práticas educacionais na acessibilidade e inclusão dos sujeitos em condições não oportunas dentro de hospitais. (CONCLUSÃO) Concluímos que as práticas de leituras desenvolvidas pelo projeto BALE no hospital foram relevantes na recuperação dos pacientes, sendo uma iniciativa inovadora na região do Alto Oeste, tornando-se uma ação pioneira na inclusão de espaços como o hospital na formação de leitores, atendendo de acordo com suas necessidades, especificamente na sensibilidade de está incluindo esses sujeitos nas atividades de contação, (re) contação e partilhas de vida, de modo a atuar diretamente na formação dos voluntários e se destacando academicamente na extensão.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.