Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

REPRESENTAÇÕES MATEMÁTICAS E A PRÁTICA PROFISSIONAL DO PROFESSOR EM DOIS CONTEXTOS: PORTUGAL E BRASIL

Palavra-chaves: REPRESENTAÇÕES MATEMÁTICA, PRÁTICAS EM SALA DE AULA, COMUNICAÇÃO Comunicação Oral (CO) EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este estudo pretende compreender, analisar e comparar as representações mate-máticas utilizadas por duas professoras e seus alunos do 8.º ano de escolaridade, durante as aulas de Matemática, no trabalho em dois tópicos de Álgebra, equações do 1.º grau e sistemas de duas equações do 1.º grau com duas incógnitas, desde a introdução dos conceitos até a discussão das tarefas propostas aos alunos. A utilização das representações verbais, gráficas, simbólica, numéricas e algébricas no processo de ensino-aprendizagem é fundamental, pois possibilita uma ampla compreensão dos conceitos. À medida que estas representações são convertidas umas nas outras, tornam-se meios eficazes na resolução de problemas. No entanto, os alunos encontram muita dificuldade em fazer estas conversões e, por isso, o papel do professor, como mediador do conhecimen-to, é essencial para, através da comunicação, levar os alunos a atribuir significado às representações. A investigação emprega uma metodologia de natureza qualitativa que segue o paradigma interpretativo e tem um caráter comparativo. Os participantes são os alunos e as professoras de duas turmas de 8.º ano, uma de Portugal e outra do Brasil. A recolha dos dados é feita a partir de dois processos: as observações das aulas durante o ensino dos tópicos indicados, além de duas entrevistas realizadas uma antes e outra depois das aulas. As questões propostas referem-se às perspetivas e reflexões das professoras sobre suas turmas e, ainda, à prática profissional de cada uma diante do trabalho com as representações matemáticas na sala de aula. Este estudo apresenta o ensino de Álgebra nos dois países, tendo sido selecionadas algumas tarefas e exemplos para representar as discussões entre professoras e alunos. Os resultados do estudo mostram que as reflexões das professoras em relação aos seus alunos apontam, principalmente, para as dificuldades que estes sentem em sistemas de equações, que consideram muito abstratos. As professoras recorrem a vários tipos de representações durante a introdução de um tema ou na discussão da resolução de um problema. Os alunos são incentivados a converterem as representações recorrendo a tarefas que exigem estas relações. De modo geral, este estudo salienta a relevância dos tipos de representações e suas relações como uma condição indispensável à com-preensão da Matemática por parte dos alunos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.