Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 178
REFLEXÕES SOBRE AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DA LEITURA NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

Palavra-chaves: ALFABETIZAÇÃO, LEITURA, DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM Pôster (PO) LINGUAGENS, LETRAMENTO E ALFABETIZAÇÃO

Resumo

ResumoIntrodução: Ao se analisar os passos de aquisição da leitura, deve-se levar em conta que a criança, ao nascer, já se encontra imersa em um mundo onde letras, palavras, tudo a elas relacionado já existe; portanto, não é na escola que esta ação se inicia, mas é nela que ela se estrutura. É nesse ambiente que também se manifestam dificuldades em decifrar o código escrito durante o processo de alfabetização e que podem levar a criança a um fracasso escolar, devido a um descaso e falta de entendimento sobre o assunto. Sendo a dislexia uma das dificuldades de aprendizagem, realizou-se uma pesquisa bibliográfica para conhecer alguns fatores que a denunciam. Objetivo: Analisar e discutir sobre fatores interferem na aquisição da leitura, durante os estágios de sua aquisição da leitura: a logográfica, a alfabética e a ortográfica. Metodologia: pesquisa bibliográfica. Para a realização do estudo, buscou-se como suporte autores que abordam a temática, tais como Cagliari (2009), Barbosa (2006), Soares (1998 e 2004), Mendonça & Mendonça (2008), Ferreiro & Teberosky (1999), Ferreiro (1986 e 2001), Brasil (2001) Capovilla & Capovilla (2004 e 2005), Shaywitz (2006), Cardoso – Martins (2008) e Capovilla (2004). Resultados: Para discutir o tema em questão, se faz necessário compreender o contexto histórico da aquisição da escrita, os métodos utilizados no desenvolvimento da lectoescrita, conhecer as novas tendências que consideram a leitura uma prática social e defendem a relação teoria e prática, e por fim refletir sobre os conceitos de aprendizagem e dificuldades de aprendizagem. Os resultados mostraram que as dificuldades das crianças em leitura durante o processo de alfabetização podem estar relacionadas ao pouco desenvolvimento do processamento fonológico, necessário ao reconhecimento da fala, importantes na decodificação do código escrito representado pela relação grafema-fonema, ou seja, a capacidade que a criança possui de discriminar os sons da fala e de processá-los mentalmente. Conclusões: Estes são fatores que podem indicar uma possível dislexia, caso não seja trabalhada a consciência fonológica do aluno, mas também pode indicar o pouco contato com a leitura, a prática social de ler e escrever tão importante no processo de alfabetização, de acordo com Soares; além de se levar em consideração o inicio da aquisição da leitura antes de aprender a ler convencionalmente, segundo Ferreiro. Portanto, o entendimento sobre essas questões passa a ser de fundamental importância no processo de ensino e aprendizagem para que se possam buscar meios de desenvolver a leitura nas crianças, inserindo-as em seu contexto social.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.