Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

POSSIBILIDADES E LIMITES DA FORMAÇÃO CONTINUADA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL NUMA ESCOLA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE-PB

Palavra-chaves: CRISE AMBIENTAL, EDUCAÇÃO AMBIENTAL., FORMAÇÃO CONTINUADA Pôster (PO) EDUCAÇÃO AMBIENTAL
"2014-09-18 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 7799
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 1881
    "inscrito_id" => 32839
    "titulo" => "POSSIBILIDADES E LIMITES DA FORMAÇÃO CONTINUADA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL NUMA ESCOLA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE-PB"
    "resumo" => "A Educação Ambiental, no contexto da crise ambiental contemporânea, é concebida como uma dimensão do processo educativo, regulamentada pela Constituição Federal de 1988, como direito de todos e dever do Estado e pela Política Nacional de Educação Ambiental como componente essencial e permanente da educação nacional, a ser desenvolvida no âmbito dos currículos das instituições de ensino, públicas e privadas de todos os níveis e modalidades, desde a Educação Infantil a Educação Superior. Entretanto, ainda se apresenta como tema relativamente recente ou ausente nos programas de formação docente, seja inicial ou continuada. Este trabalho se propõe a apresentar os limites e as possibilidades da Formação Continuada em Educação Ambiental para professoras/es da Educação Básica, a partir dos projetos de PIBIC e Extensão da Universidade Estadual da Paraíba. Vem sendo desenvolvido em uma escola municipal de Campina Grande-PB, nos moldes da pesquisa-ação, na perspectiva colaborativa, envolvendo professores/as da escola e estudantes de graduação do curso de Pedagogia, em um processo de produção de conhecimentos de forma compartilhada. Os resultados parciais indicam como limites a lacuna existente acerca dessa temática na formação de professoras/es e a forma de organização dos espaços/tempos - da escola e da Universidade - que não permite uma maior participação em atividades de formação complementar e continuada. Quanto às possibilidades, identificamos o interesse da comunidade escolar, que já desenvolve algumas ações – mesmo que pontuais - nessa área, a partir do eixo temático “Meio Ambiente, Saúde e Qualidade de Vida” como parte do currículo da escola. Dessa forma, a efetivação da Educação Ambiental no contexto da educação contemporânea, por meio dos currículos dos diversos níveis e áreas do conhecimento, de forma permanente, interdisciplinar e/ou transversal, como determina a Política Nacional de Educação Ambiental, pressupõe mudanças na forma de organização dos espaços/tempos da escola, em virtude da necessidade de liberação do professor para a formação continuada. Além da inserção da Educação Ambiental na formação inicial de professoras/es de todos os níveis e áreas de conhecimento."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "EDUCAÇÃO AMBIENTAL"
    "palavra_chave" => "CRISE AMBIENTAL, EDUCAÇÃO AMBIENTAL., FORMAÇÃO CONTINUADA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_15_08_2014_11_53_37_idinscrito_32839_be70fbaee057dabc601eb37665c016b9.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:54"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:27"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA GORETE CAVALCANTE PEQUENO"
    "autor_nome_curto" => "GORETE PEQUENO"
    "autor_email" => "goreteuepb@gmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 7799
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 1881
    "inscrito_id" => 32839
    "titulo" => "POSSIBILIDADES E LIMITES DA FORMAÇÃO CONTINUADA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL NUMA ESCOLA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE-PB"
    "resumo" => "A Educação Ambiental, no contexto da crise ambiental contemporânea, é concebida como uma dimensão do processo educativo, regulamentada pela Constituição Federal de 1988, como direito de todos e dever do Estado e pela Política Nacional de Educação Ambiental como componente essencial e permanente da educação nacional, a ser desenvolvida no âmbito dos currículos das instituições de ensino, públicas e privadas de todos os níveis e modalidades, desde a Educação Infantil a Educação Superior. Entretanto, ainda se apresenta como tema relativamente recente ou ausente nos programas de formação docente, seja inicial ou continuada. Este trabalho se propõe a apresentar os limites e as possibilidades da Formação Continuada em Educação Ambiental para professoras/es da Educação Básica, a partir dos projetos de PIBIC e Extensão da Universidade Estadual da Paraíba. Vem sendo desenvolvido em uma escola municipal de Campina Grande-PB, nos moldes da pesquisa-ação, na perspectiva colaborativa, envolvendo professores/as da escola e estudantes de graduação do curso de Pedagogia, em um processo de produção de conhecimentos de forma compartilhada. Os resultados parciais indicam como limites a lacuna existente acerca dessa temática na formação de professoras/es e a forma de organização dos espaços/tempos - da escola e da Universidade - que não permite uma maior participação em atividades de formação complementar e continuada. Quanto às possibilidades, identificamos o interesse da comunidade escolar, que já desenvolve algumas ações – mesmo que pontuais - nessa área, a partir do eixo temático “Meio Ambiente, Saúde e Qualidade de Vida” como parte do currículo da escola. Dessa forma, a efetivação da Educação Ambiental no contexto da educação contemporânea, por meio dos currículos dos diversos níveis e áreas do conhecimento, de forma permanente, interdisciplinar e/ou transversal, como determina a Política Nacional de Educação Ambiental, pressupõe mudanças na forma de organização dos espaços/tempos da escola, em virtude da necessidade de liberação do professor para a formação continuada. Além da inserção da Educação Ambiental na formação inicial de professoras/es de todos os níveis e áreas de conhecimento."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "EDUCAÇÃO AMBIENTAL"
    "palavra_chave" => "CRISE AMBIENTAL, EDUCAÇÃO AMBIENTAL., FORMAÇÃO CONTINUADA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_15_08_2014_11_53_37_idinscrito_32839_be70fbaee057dabc601eb37665c016b9.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:54"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:27"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA GORETE CAVALCANTE PEQUENO"
    "autor_nome_curto" => "GORETE PEQUENO"
    "autor_email" => "goreteuepb@gmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

A Educação Ambiental, no contexto da crise ambiental contemporânea, é concebida como uma dimensão do processo educativo, regulamentada pela Constituição Federal de 1988, como direito de todos e dever do Estado e pela Política Nacional de Educação Ambiental como componente essencial e permanente da educação nacional, a ser desenvolvida no âmbito dos currículos das instituições de ensino, públicas e privadas de todos os níveis e modalidades, desde a Educação Infantil a Educação Superior. Entretanto, ainda se apresenta como tema relativamente recente ou ausente nos programas de formação docente, seja inicial ou continuada. Este trabalho se propõe a apresentar os limites e as possibilidades da Formação Continuada em Educação Ambiental para professoras/es da Educação Básica, a partir dos projetos de PIBIC e Extensão da Universidade Estadual da Paraíba. Vem sendo desenvolvido em uma escola municipal de Campina Grande-PB, nos moldes da pesquisa-ação, na perspectiva colaborativa, envolvendo professores/as da escola e estudantes de graduação do curso de Pedagogia, em um processo de produção de conhecimentos de forma compartilhada. Os resultados parciais indicam como limites a lacuna existente acerca dessa temática na formação de professoras/es e a forma de organização dos espaços/tempos - da escola e da Universidade - que não permite uma maior participação em atividades de formação complementar e continuada. Quanto às possibilidades, identificamos o interesse da comunidade escolar, que já desenvolve algumas ações – mesmo que pontuais - nessa área, a partir do eixo temático “Meio Ambiente, Saúde e Qualidade de Vida” como parte do currículo da escola. Dessa forma, a efetivação da Educação Ambiental no contexto da educação contemporânea, por meio dos currículos dos diversos níveis e áreas do conhecimento, de forma permanente, interdisciplinar e/ou transversal, como determina a Política Nacional de Educação Ambiental, pressupõe mudanças na forma de organização dos espaços/tempos da escola, em virtude da necessidade de liberação do professor para a formação continuada. Além da inserção da Educação Ambiental na formação inicial de professoras/es de todos os níveis e áreas de conhecimento.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.