Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O LUGAR DA GEOGRAFIA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL I: A ALFABETIZAÇÃO ESPACIAL.

Palavra-chaves: ALFABETIZAÇÃO, PROFESSORES, GEOGRAFIA Pôster (PO) FORMAÇÃO DE PROFESSORES Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

INTRODUÇÃO: A Geografia tem um papel muito importante no meio escolar, com ela o ser humano passa a construir uma visão critica do seu espaço. Espaço este que pode ser analisado de várias maneiras, o espaço vivido. Além de estabelecer uma visão múltipla de analisar seu cotidiano. A escola tem uma forte responsabilidade de transformar pessoas em cidadãos de bem, e essa responsabilidade tem inicio nos anos iniciais de escola das crianças. E por que não mostrar a geografia com um olhar, mas aprofundado? Usar a alfabetização geográfica como um instrumento de sobrevivência, ensinar a criança a ler e a interpretar o mundo. A geografia escolar deve lidar com as representações da vida dos alunos, sendo necessário sobrepor o conhecimento do cotidiano aos conteúdos escolares. É fundamental proporcionar situações de aprendizagem que valorizem as referências dos alunos quanto ao espaço vivido. OBJETIVOS: Analisar a prática de ensino do professor das séries iniciais sobre os conhecimentos geográficos, colher dados e informações sobre processo de alfabetização geográfica nas escolas urbanas de rede pública municipal de Alagoa Nova. METODOLOGIA: Este trabalho está sendo desenvolvido com professores do ensino Fundamental I, do município de Alagoa Nova através de observações de aulas. A ação pedagógica do professor está sendo analisada mediante os conteúdos geográficos aplicados e o entendimento destes por parte dos educandos. No intuito de compreender de melhor maneira, o desenvolvimento do ensino de geografia nas séries iniciais e sua compreensão sobre a geografia. RESULTADOS: A precariedade do ensino de geografia nas series iniciais justifica se pelo desempenho deficitário dos professores e o desinteresse dos alunos pela disciplina, ao fato de que muitos dos professores de geografia não são licenciados para lecionarem a disciplina. Os conteúdos geográficos não são totalmente explorados e as crianças não conseguem compreender facilmente o que os professores explicam. Este fato da - se no desenvolvimento de aulas diretas sem uso mapas ou imagens que dificultam a compreensão do aluno, consequentemente as aulas tornam se monótonas e muitas vezes pouco exploradas. E independente dos anos de exercício no magistério os professores, usam frequentemente o livro didático como material de apoio, se tornando um vicio, pois os professores se acomodam a trabalhar sempre apenas com livro didático. CONCLUSÃO: A alfabetização é um processo de constante desenvolvimento, uma vez que estimula a aprendizagem do indivíduo. Estamos em constante processo de alfabetização, sempre aprendemos e conhecemos algo novo, que de alguma maneira terá significado em nossas vidas, seja pessoal ou social. Uma boa alfabetização geográfica possibilitara o conhecimento do espaço em que vivemos, além da possibilidade de nos tornarmos pessoas criticas, tendo o bom desenvolvimento de analisar diferentes contextos e situações. A falta de conhecimento geográfico além de impossibilitar o desenvolvimentos dos processos supracitados não estimulam uma alfabetização geográfica de qualidade nas séries iniciais, comprometendo o educando no ensino Fundamental II ele encontrara grandes dificuldades de compreensão espacial.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.