Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS NAS AULAS DE LP - REFLEXÕES SOBRE A APLICAÇÃO DO PROJETO "GÊNEROS TEXTUAIS NA ESCOLA: INTERAGINDO COM A ESFERA JORNALÍSTICA"

Palavra-chaves: GÊNEROS TEXTUAIS, LEITURA, ESCRITA Comunicação Oral (CO) ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS NAS AULAS DE LP – REFLEXÕES SOBRE A APLICAÇÃO DO PROJETO “GÊNEROS TEXTUAIS NA ESCOLA: INTERAGINDO COM A ESFERA JORNALÍSTICA” Orientadora: Profa. Dra. Eneida Dornellas de CarvalhoResumoO presente artigo objetiva apresentar o resultado da implantação do projeto “Gêneros Textuais na Escola: Interagindo com a Esfera Jornalística”, uma experiência de leitura e produção de gêneros textuais jornalísticos, que tem como público alvo os alunos da turma do 9º ano da Escola Estadual Monsenhor Emiliano de Cristo, da cidade de Guarabira – Paraíba. O projeto foi desenvolvido com a finalidade de proporcionar aos alunos vivências de leitura e produção de gêneros textuais da esfera jornalística, visando à produção de um Jornal Escolar Impresso e Televisionado, que permitisse aos alunos a oportunidade de expressar-se livremente através do discurso oral e por meio de textos escritos. Para isso foram realizados nas aulas de Língua Portuguesa, em forma de oficinas, momentos privilegiados de leitura, pesquisa, debates e oficinas de gêneros textuais, abordando textos jornalísticos como a Notícia, Entrevista, Reportagem, Artigo de Opinião e Editorial, de abril a junho de 2014. As oficinas foram orientadas pelos integrantes da equipe PIBID, Língua Portuguesa, da UEPB. Do projeto resultou uma pesquisa-ação, de cunho qualitativo, que teve como aportes teóricos as contribuições de FREIRE (1996), LIBÂNEO (1996), SILVA e MENEZES (2005) e MARCUSCHI (2003). Nessa perspectiva, considera-se que a leitura e a produção de textos, sendo um processo ativo de construção de sentidos, ampliam as possibilidades dos alunos enriquecerem seu vocabulário, permitem a construção de novos discursos orais e escritos, ajudam a construir uma postura crítica e reflexiva diante do mundo. Por isso, é preciso proporcionar o convívio dos alunos com textos de gêneros diversos, que apresentem as mais diferentes funções comunicativas e que requeiram para sua apreensão múltiplos domínios de conhecimento. Estando embasada nessa concepção teórica, a realização das oficinas contribuiu para a inserção dos alunos em práticas de leitura e escrita de modo significativo, oportunizando a formação de sujeitos-leitores envolvidos em práticas sociais e comunicativas essenciais à compreensão do contexto sócio-histórico-político. PALAVRAS-CHAVE: Gêneros Textuais; Leitura; Escrita.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.