Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

INFLUÊNCIA DE NUTRIENTES E TEMPERATURAS SOBRE O BIOVOLUME E PRODUÇÃO DE MICROCISTINA POR MICROCYSTIS AERUGINOSA

Palavra-chaves: MUDANÇAS CLIMÁTICAS, FLORAÇÕES, EUTROFIZAÇÃO, MICROCISTINAS, Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 01: Pesquisa em Ensino de Ciências (Biologia, Química, Física) e Matemática
"2020-12-10 10:13:23"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 73126
    "edicao_id" => 148
    "trabalho_id" => 550
    "inscrito_id" => 1323
    "titulo" => "INFLUÊNCIA DE NUTRIENTES E TEMPERATURAS SOBRE O BIOVOLUME E PRODUÇÃO DE MICROCISTINA POR MICROCYSTIS AERUGINOSA"
    "resumo" => "O AUMENTO DE NUTRIENTES ANTROPOGÊNICOS E TEMPERATURAS ELEVADAS TÊM FAVORECIDO A FREQUÊNCIA E INTENSIDADE DE FLORAÇÕES DE CIANOBACTÉRIAS. NO ENTANTO, OS EFEITOS SIMULTÂNEOS DESTES ESTRESSORES SOBRE O BIOVOLUME E PRODUÇÃO DE CIANOTOXINAS POR CIANOBACTÉRIAS AINDA NÃO ESTÃO CLAROS. ESTE ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO AVALIAR OS EFEITOS DO AUMENTO DAS CONCENTRAÇÕES DOS NUTRIENTES (NITROGÊNIO E FÓSFORO) E TEMPERATURAS SOBRE O BIOVOLUME PRODUÇÃO DE MICROCISTINA PELA CIANOBACTÉRIA MICROCYSTIS AERUGINOSA. UMA CEPA DE M. AERUGINOSA FOI EXPOSTA A CONCENTRAÇÕES ELEVADAS DE NITROGÊNIO, FOSFATO E UMA CONDIÇÃO CONTROLE (ASM-1 NORMAL), EM DUAS TEMPERATURAS, 24ºC E 30ºC. OS MAIORES BIOVOLUME DE M. AERUGINOSA OCORRERAM EM 24ºC, ESPECIALMENTE NA CONDIÇÃO DE NITRATO. A TEMPERATURA MAIS ELEVADA MOSTROU REDUZIR O BIOVOLUME DA CEPA, EM CONTRAPARTIDA ESTA TEMPERATURA MOSTROU INFLUENCIAR O AUMENTO DAS CONCENTRAÇÕES DE MICROCISTINAS. CONCLUI-SE QUE O AUMENTO DA TEMPERATURA PODE NÃO FAVORECER DIRETAMENTE AS FLORAÇÕES DE M. AERUGINOSA, PORÉM PODE ESTIMULAR A PRODUÇÃO DE MICROCISTINA POR ESTA ESPÉCIE, ASSIM NÃO NECESSÁRIOS PLANOS DE MANEJO EFICIENTES NO CONTROLE DE FLORAÇÕES DESTA CIANOBACTÉRIA EM AMBIENTES QUENTES E EUTROFIZADOS."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (Artigo Completo)"
    "area_tematica" => "AT 01: Pesquisa em Ensino de Ciências (Biologia, Química, Física) e Matemática"
    "palavra_chave" => "MUDANÇAS CLIMÁTICAS, FLORAÇÕES, EUTROFIZAÇÃO, MICROCISTINAS, "
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV138_MD1_SA18_ID1323_23112020090008.pdf"
    "created_at" => "2020-12-11 08:02:07"
    "updated_at" => null
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RANIELLE DAIANA DOS SANTOS SILVA"
    "autor_nome_curto" => "RANIELLE DAIANA "
    "autor_email" => "ranielledaiana@hotmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-do-v-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais do V CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2020"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fd21ef3c4d39_10122020101323.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-12-10 10:13:23"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 73126
    "edicao_id" => 148
    "trabalho_id" => 550
    "inscrito_id" => 1323
    "titulo" => "INFLUÊNCIA DE NUTRIENTES E TEMPERATURAS SOBRE O BIOVOLUME E PRODUÇÃO DE MICROCISTINA POR MICROCYSTIS AERUGINOSA"
    "resumo" => "O AUMENTO DE NUTRIENTES ANTROPOGÊNICOS E TEMPERATURAS ELEVADAS TÊM FAVORECIDO A FREQUÊNCIA E INTENSIDADE DE FLORAÇÕES DE CIANOBACTÉRIAS. NO ENTANTO, OS EFEITOS SIMULTÂNEOS DESTES ESTRESSORES SOBRE O BIOVOLUME E PRODUÇÃO DE CIANOTOXINAS POR CIANOBACTÉRIAS AINDA NÃO ESTÃO CLAROS. ESTE ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO AVALIAR OS EFEITOS DO AUMENTO DAS CONCENTRAÇÕES DOS NUTRIENTES (NITROGÊNIO E FÓSFORO) E TEMPERATURAS SOBRE O BIOVOLUME PRODUÇÃO DE MICROCISTINA PELA CIANOBACTÉRIA MICROCYSTIS AERUGINOSA. UMA CEPA DE M. AERUGINOSA FOI EXPOSTA A CONCENTRAÇÕES ELEVADAS DE NITROGÊNIO, FOSFATO E UMA CONDIÇÃO CONTROLE (ASM-1 NORMAL), EM DUAS TEMPERATURAS, 24ºC E 30ºC. OS MAIORES BIOVOLUME DE M. AERUGINOSA OCORRERAM EM 24ºC, ESPECIALMENTE NA CONDIÇÃO DE NITRATO. A TEMPERATURA MAIS ELEVADA MOSTROU REDUZIR O BIOVOLUME DA CEPA, EM CONTRAPARTIDA ESTA TEMPERATURA MOSTROU INFLUENCIAR O AUMENTO DAS CONCENTRAÇÕES DE MICROCISTINAS. CONCLUI-SE QUE O AUMENTO DA TEMPERATURA PODE NÃO FAVORECER DIRETAMENTE AS FLORAÇÕES DE M. AERUGINOSA, PORÉM PODE ESTIMULAR A PRODUÇÃO DE MICROCISTINA POR ESTA ESPÉCIE, ASSIM NÃO NECESSÁRIOS PLANOS DE MANEJO EFICIENTES NO CONTROLE DE FLORAÇÕES DESTA CIANOBACTÉRIA EM AMBIENTES QUENTES E EUTROFIZADOS."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (Artigo Completo)"
    "area_tematica" => "AT 01: Pesquisa em Ensino de Ciências (Biologia, Química, Física) e Matemática"
    "palavra_chave" => "MUDANÇAS CLIMÁTICAS, FLORAÇÕES, EUTROFIZAÇÃO, MICROCISTINAS, "
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV138_MD1_SA18_ID1323_23112020090008.pdf"
    "created_at" => "2020-12-11 08:02:07"
    "updated_at" => null
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RANIELLE DAIANA DOS SANTOS SILVA"
    "autor_nome_curto" => "RANIELLE DAIANA "
    "autor_email" => "ranielledaiana@hotmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-do-v-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais do V CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2020"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fd21ef3c4d39_10122020101323.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-12-10 10:13:23"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 10 de dezembro de 2020

Resumo

O AUMENTO DE NUTRIENTES ANTROPOGÊNICOS E TEMPERATURAS ELEVADAS TÊM FAVORECIDO A FREQUÊNCIA E INTENSIDADE DE FLORAÇÕES DE CIANOBACTÉRIAS. NO ENTANTO, OS EFEITOS SIMULTÂNEOS DESTES ESTRESSORES SOBRE O BIOVOLUME E PRODUÇÃO DE CIANOTOXINAS POR CIANOBACTÉRIAS AINDA NÃO ESTÃO CLAROS. ESTE ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO AVALIAR OS EFEITOS DO AUMENTO DAS CONCENTRAÇÕES DOS NUTRIENTES (NITROGÊNIO E FÓSFORO) E TEMPERATURAS SOBRE O BIOVOLUME PRODUÇÃO DE MICROCISTINA PELA CIANOBACTÉRIA MICROCYSTIS AERUGINOSA. UMA CEPA DE M. AERUGINOSA FOI EXPOSTA A CONCENTRAÇÕES ELEVADAS DE NITROGÊNIO, FOSFATO E UMA CONDIÇÃO CONTROLE (ASM-1 NORMAL), EM DUAS TEMPERATURAS, 24ºC E 30ºC. OS MAIORES BIOVOLUME DE M. AERUGINOSA OCORRERAM EM 24ºC, ESPECIALMENTE NA CONDIÇÃO DE NITRATO. A TEMPERATURA MAIS ELEVADA MOSTROU REDUZIR O BIOVOLUME DA CEPA, EM CONTRAPARTIDA ESTA TEMPERATURA MOSTROU INFLUENCIAR O AUMENTO DAS CONCENTRAÇÕES DE MICROCISTINAS. CONCLUI-SE QUE O AUMENTO DA TEMPERATURA PODE NÃO FAVORECER DIRETAMENTE AS FLORAÇÕES DE M. AERUGINOSA, PORÉM PODE ESTIMULAR A PRODUÇÃO DE MICROCISTINA POR ESTA ESPÉCIE, ASSIM NÃO NECESSÁRIOS PLANOS DE MANEJO EFICIENTES NO CONTROLE DE FLORAÇÕES DESTA CIANOBACTÉRIA EM AMBIENTES QUENTES E EUTROFIZADOS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.