Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 110
ANÁLISE BIBLIOGRÁFICA DA DISPERSÃO E POLINIZAÇÃO ATRAVÉS DE AGENTES BIÓTICOS E ABIÓTICOS

Palavra-chaves: DISPERSORES, POLINIZADORES, BOTÂNICA, EVOLUÇÃO, Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 08: Pesquisa e Ensino em Ciências Agrárias

Resumo

A EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES NÃO ATINGIU APENAS OS ANIMAIS, AS PLANTAS TAMBÉM PASSARAM POR PROCESSOS EVOLUTIVOS. DESDE AS PLANTAS PRIMORDIAIS, COMO AS BRIÓFITAS ATÉ AS MAIS DESENVOLVIDAS COMO AS ANGIOSPERMAS, PARA TODAS FORAM NECESSÁRIOS MECANISMOS QUE POSSIBILITASSE TANTO SUA POLINIZAÇÃO QUANTO SUA DISPERSÃO. O PRESENTE ARTIGO VISA DESCREVER AS PECULIARIDADES DOS FATORES BIÓTICOS E ABIÓTICOS ENVOLVIDOS NOS PROCESSOS DE DISPERSÃO E POLINIZAÇÃO. PARA ISSO, A ESCRITA FOI BASEADA EM LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO, ANCORADO EM AUTORES COMO RAVEN, CALLADO, SALOMÉ, ENTRE OUTROS. ESSA REVISÃO MOSTRA QUE AS PLANTAS FORAM EVOLUINDO NO SENTIDO DE DESENVOLVER ESTRATÉGIAS QUE POSSIBILITARAM UMA INDEPENDÊNCIA DE AMBIENTES ESPECÍFICOS. ALÉM DISSO, OS VEGETAIS AINDA FORAM CAPAZES DE DESENVOLVER ESTRATÉGIAS QUE VISAVAM À PERPETUAÇÃO DE SUAS ESPÉCIES NOS DIVERSIFICADOS AMBIENTES DA TERRA, CONSIDERANDO OS PROCESSOS DE POLINIZAÇÃO E DISPERSÃO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.