Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 193
ENSINO REMOTO DO COMPONENTE CURRICULAR UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: EXPERIÊNCIA DE DISCENTES DE ENFERMAGEM NO CONTEXTO COVID-19

Palavra-chaves: INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR, EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA, EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM, COVID-19, UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 05: Ciências da Saúde: abordagens na Pesquisa e no Ensino Publicado em 10 de dezembro de 2020

Resumo

INTRODUÇÃO: AS DOENÇAS QUE POSSUEM UMA ALTA TRANSMISSIBILIDADE, COMO A COVID-19, CAUSADA PELO VÍRUS SARS-COV-2, AFETAM OS PAÍSES EM LARGA ESCALA. NESSE SENTIDO, COM A NECESSIDADE DO ISOLAMENTO SOCIAL, NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO, A PRESENCIALIDADE DAS AULAS FORAM SUBSTITUÍDAS PELO ENSINO REMOTO. OBJETIVO: RELATAR A EXPERIÊNCIA DE DISCENTES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM, NO CONTEXTO DA PANDEMIA COVID-19, ACERCA DO ENSINO REMOTO DO COMPONENTE CURRICULAR UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA. METODOLOGIA: TRATA-SE DE UM RELATO DE EXPERIÊNCIA PAUTADO NO PROCESSO DE ENSINO REMOTO DE AULAS REFERENTES AO COMPONENTE CURRICULAR DE UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA, DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE CAMPINA GRANDE, PARAÍBA, BRASIL, DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19. RESULTADOS E DISCUSSÃO: DIANTE DA ADAPTAÇÃO AO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL, A SENSAÇÃO DE ESTAGNAÇÃO DO CURSO FOI DIMINUÍDA A PARTIR DA ABORDAGEM METODOLÓGICA EMPREGADA PELA DOCENTE DO COMPONENTE CURRICULAR, BEM COMO O CONHECIMENTO FOI COMPARTILHADO E EVIDENCIADO COMO CONSTRUTIVO E PROVEITOSO. ENTRETANTO, UM PONTO NEGATIVO DESTACADO PELOS DISCENTES FOI A NÃO INSERÇÃO EM CAMPO PRÁTICO PARA VIVÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE TÉCNICAS E HABILIDADES APRENDIDAS EM SALA DE AULA. EM CONTRAPARTIDA, O DISTANCIAMENTO EXIGIDO DIANTE DO MODELO REMOTO, NÃO MOSTROU-SE COMO UM NÓ CRÍTICO NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM. CONSIDERAÇÕES FINAIS: NO CONTEXTO DA PANDEMIA COVID-19, O ENSINO REMOTO EMERGENCIAL SURGIU COMO UM RECURSO FACILITADOR E ESTIMULADOR DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM, POSSIBILITANDO AOS DISCENTES A PROGRESSÃO DOS COMPONENTES CURRICULARES SEM INVIABILIZAR UM RECOMEÇO POSITIVO NO PERÍODO PÓS-PANDÊMICO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.