Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 99
INVESTIGAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL EM PACIENTES COM DOENÇA RENAL CRÔNICA (DRC) EM TERAPIA DE HEMODIÁLISE

Palavra-chaves: ESTADO NUTRICIONAL, AVALIAÇÃO NUTRICIONAL, DESNUTRIÇÃO, , Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 05: Ciências da Saúde: abordagens na Pesquisa e no Ensino

Resumo

OS RINS SÃO ESSENCIAIS AO FUNCIONAMENTO DO ORGANISMO, POIS CONTRIBUEM PARA MANUTENÇÃO DA HOMEOSTASE DEVIDO QUE INTEGRAM O SISTEMA DE FILTRAGEM DO CORPO E FILTRAM APROXIMADAMENTE 190 LITROS DE SANGUE DIARIAMENTE. A DOENÇA RENAL CRÔNICA (DRC) PODE SER CARACTERIZADA COMO UMA DOENÇA COMPLEXA DE CARÁTER PROGRESSIVO, GRADUAL E IRREVERSÍVEL APRESENTANDO A DETERIORAÇÃO DA FUNÇÃO RENAL. POR SER UM EVENTO CATABÓLICO, É COMUM O PACIENTE APRESENTAR DEPLEÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL. ESTE ESTUDO TEM COMO OBJETIVO INVESTIGAR E DESCREVER O PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES COM DRC EM HEMODIÁLISE, DESCOBRIR OS DETERMINANTES ASSOCIADOS COM OS RESULTADOS. ESTE ESTUDO CONSTITUI-SE DE UMA REVISÃO DA LITERATURA, FORAM IDENTIFICADOS 97 ESTUDOS, APÓS A APLICA¬ÇÃO DOS CRITÉRIOS DE EXCLUSÃO, SETE ARTIGOS FORAM SELECIONADOS. EM PESSOAS COM DRC, A RETENÇÃO DE LÍQUIDOS É BASTANTE GRAVE, POR ISSO, RECOMENDA-SE UTILIZAR O “PESO SECO”, OU SEJA, AQUELE QUE É OBTIDO IMEDIATAMENTE APÓS A SESSÃO DE HEMODIÁLISE. QUANDO ANALISADO O ESTADO NUTRICIONAL PELO IMC É OBSERVADO QUE METADE DA POPULAÇÃO ESTUDADA TINHA ALTERAÇÃO. ENTRETANTO, ANALISANDO OS EXAMES BIOQUÍMICOS PERCEBERAM QUE A DOSAGEM DE ALBUMINA TINHA DEPLEÇÃO. NO ESTADO NUTRICIONAL PELA CLASSIFICAÇÃO DO IMC A POPULAÇÃO ENCONTRA-SE EUTRÓFICA, SEGUIDO DE SOBREPESO, OBESIDADE E DE ACORDO COM ESTE PARÂMETRO DE AVALIAÇÃO PODE-SE DIZER QUE A POPULAÇÃO ANALISADA ENCONTRA-SE EM UM BOM ESTADO NUTRICIONAL. ENTRETANTO, A AVALIAÇÃO DE EXAMES BIOQUÍMICOS COMO TAMBÉM AVALIAÇÃO DAS RESERVAS MUSCULARES ATRAVÉS DE MARCADORES CMB E PCT, OBTÉM RESULTADOS FIDEDIGNOS, MOSTRANDO COMO UMA FERRAMENTA CONFIÁVEL PARA AVERIGUAR O ESTADO NUTRICIONAL.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.