Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

ESTUDO DE CASO DAS INTERAÇÕES DE ALUNOS E PROFESSORES EM UMA REDE SOCIAL EDUCACIONAL

Palavra-chaves: REDE SOCIAL EDUCACIONAL, INTERAÇÃO, ON-LINE Comunicação Oral (CO) LINGUAGENS, LETRAMENTO E ALFABETIZAÇÃO Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

As Redes Sociais na Internet (RSI) surgem num cenário onde as novas tecnologias digitais fazem-se cada vez mais presentes, e nesse contexto, servem para comunicação e troca de informações a distância quase que de forma instantânea. É perceptível que as RSI possibilitam a troca de conhecimentos entre os sujeitos e assim também promovem a construção do mesmo. Dessa forma, quando direcionado seu uso para a educação de uma forma pedagógica, o processo de ensino-aprendizagem pode ser mais enriquecedor ao ponto de que uma rede social educacional pode fortalecer as relações entre alunos e professores. Dentre algumas iniciativas de RSI criadas especificamente para serem usadas no contexto educacional existe a Schooling, RSI que foi desenvolvida no ano de 2014 destinada a escola Dr. Jarques Lúcio da Silva localizada no município de São Bento no estado da Paraíba. Dessa forma o presente trabalho busca analisar através de um estudo de caso as interações entre professores e alunos dentro da rede social educacional denominada Schooling. Para melhor compreensão da problemática e construção das hipóteses, a pesquisa também envolveu levantamento bibliográfico. Já do ponto de vista dos procedimentos técnicos, metodologia empregada para alcançar os objetivos dessa pesquisa foi um estudo de caso acerca das interações entre alunos e professores dentro da rede social, baseado nos níveis de capital social classificados por Bertolini e Bravo (2004) como: Capital Social Relacional, correspondente a soma das relações sociais de um determinado grupo de pessoas, Capital Social Cognitivo, que corresponde a soma dos conhecimentos postados por um grupo, Capital Social Normativo, que equivale as regras para socialização em determinado grupo, e Capital Social de Confiança no Ambiente Social, que associa-se a confiança em um grupo social ao ponto de um indivíduo expor suas opiniões.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.