Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 251
EDUCAÇÃO, ETNOGRAFIA E TECNOLOGIAS DIGITAIS: INTERFACES NO PROCESSO DE PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO.

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, TECNOLOGIAS, ETNOGRAFIA Comunicação Oral (CO) FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este trabalho tem o objetivo de apresentar resultados levantados durante a realização de proposta de estudos, ensino, pesquisa e extensão desenvolvida enquanto atividade de pós-doutoramento no período que compreende o primeiro semestre de 2013 até o primeiro semestre de 2014. Os dados apresentados foram produzidos junto ao Núcleo de Etnografia em Educação (NetEdu), vinculado ao Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PropEd/UERJ). A metodologia utilizada nesta pequisa foi de análise bibliográfica, mediante a elaboração de mapas conceituais (NOVAK, 2010) e análises textuais sobre a temática que aborda conceitos que envolvem o uso das tecnologias digitais no ambiente educativo e o uso da etnografia enquanto metodologia de pesquisa nestes ambientes. Os resultados das análises levaram à percepção de que o conceito da tecnologia na conjuntura do processo educativo vai para além do uso de equipamentos e instrumentos tecnológicos em sala de aula e nas práticas pedagógicas em geral, consistindo-se em sua essência como uma forma de olhar o mundo e olhar os processos de conhecimento, que incute em novas formas de se comunicar e de se lidar com os processos que permeiam a construção e a expansão do conhecimento. No entanto, o uso das tecnologias na educação têm sido incipientes e, quando ocorre, em grande parte dos casos, apenas instrumental, desfavorecendo um processo de construção de conhecimento mediado pela tecnologia e pelo próprio aluno. A análise bibliográfica também apontou para o fato de que a voz do aluno muito raramente é colocada em enfoque nas pesquisas sobre a implicação da tecnologia na educação. Nesse contexto, a abordagem etnográfica, a partir da perspectiva de escrever sobre o outro com o outro (nesse caso, o aluno) pode apontar caminhos para desvelar elementos que contribuam para a mudança das concepções que se engendram no contexto educativo, em especial no tocante das demandas surgidas com o advento da tecnologia digital.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.