Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 210
DITADURA, EDUCAÇÃO E DISCIPLINA: REFLEXÕES SOBRE O LIVRO DIDÁTICO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA

Palavra-chaves: LIVRO DIDÁTICO, EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA, DITADURA MILITAR Comunicação Oral (CO) HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Buscamos neste artigo, discutir o livro didático no contexto do período militar e suas e suas repercussões na educação escolar, de modo a destacar a utilização deste material didático pedagógico como dispositivo disciplinador do Estado, enfatizando sua produção como uma estratégia elaborada pelo governo militar, no sentido de através do material didático pedagógico desenvolver práticas de controle e disciplinarização na campo educacional. Tomamos como referência os trabalhos desenvolvidos por ARANHA (1996), AMBIONE (2007), BARROS (2011) e FOUCAULT (2013). Para empreendermos este debate, desenvolvemos nossas reflexões no sentido de discutir os modos como o livro era abordado na ditadura militar brasileira, produzido a partir de uma perspectiva que visam exaltar os valores morais e cívicos e um sentido de patriotismo, adequado as perspectivas e ações do Estado brasileiro e seus governante no poder. Nossa abordagem metodológica se pauta na pesquisa bibliográfica e documental onde utilizamos como fonte para nossas reflexões a análise de um livro didático intitulado Educação moral e cívica para uma nova geração consciente de Gilberto Cotrim (1984), utilizado nos anos 80, já no contexto final do período militar. Este material se constitui não apenas uma fonte histórica e educacional para perceber o tipo de proposta educativa no período, mas nos possibilitar, fazer uma leitura do contexto militar brasileiro, a partir do enfoque no campo da educação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.