Artigo Anais VII CONEDU - Edição Online

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

PSICOLOGIA AMBIENTAL: BREVE REVISÃO CONCEITUAL E DE SUA APLICAÇÃO INTERDISCIPLINAR

Palavra-chaves: CONSERVAÇÃO, MEIO AMBIENTE, NATUREZA, PERCEPÇÃO AMBIENTAL, SUSTENTABILIDADE Comunicação Oral (CO) GT 14 - Educação Ambiental Publicado em 04 de novembro de 2020

Resumo

A PSICOLOGIA AMBIENTAL BUSCA COMPREENDER O COMPORTAMENTO HUMANO EM RELAÇÃO AO MEIO AMBIENTE. ESSA PESQUISA BUSCOU APRESENTAR CONCEITOS DESSA ÁREA DA PSICOLOGIA E AS SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O ENTENDIMENTO DAS RELAÇÕES INTRÍNSECAS DO HOMEM COM O MEIO AMBIENTE. A PESQUISA FOI DO TIPO BIBLIOGRÁFICA E A COLETA DE DADOS OCORREU POR MEIO DA ANÁLISE DE ARTIGOS REPORTADOS NO PORTAL DOS PERIÓDICOS CAPES E NA BIBLIOTECA DIGITAL SCIELO. FORAM INCLUSOS NA PESQUISA OS ARTIGOS QUE VERSAVAM SOBRE O ENFOQUE E ABORDAGEM DA PSICOLOGIA AMBIENTAL. CONSTATOU-SE QUE A PSICOLOGIA AMBIENTAL SURGIU EM MEIO A NECESSIDADE DE COMPREENDER MELHOR AS RELAÇÕES DO HOMEM COM O MEIO AMBIENTE, SEJA ELE NATURAL OU CONSTRUÍDO. OS TRABALHOS ANALISADOS DESTACARAM A IMPORTÂNCIA DA PSICOLOGIA AMBIENTAL NO ESTABELECIMENTO DE ESTRATÉGIAS PARA A CONSERVAÇÃO AMBIENTAL E ABORDARAM ASPECTOS RELACIONADOS A COMO O SER HUMANO SE COMPORTA DIANTE DOS PROBLEMAS AMBIENTAIS. AS PESQUISAS RELACIONADAS A PSICOLOGIA AMBIENTAL SÃO ESSENCIAIS NO PROCESSO DE COMPREENSÃO DA INTEGRAÇÃO DA NATUREZA COM A SOCIEDADE HUMANA, ALÉM DISSO, EXERCEM IMPORTANTES CONTRIBUIÇÕES SOBRE AS MUDANÇAS DE ATITUDE FRENTE AOS PROBLEMAS AMBIENTAIS EMERGENTES, QUE TEM CAUSADO DESEQUILÍBRIO E DEGRADAÇÕES NOS ECOSSISTEMAS NATURAIS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.