Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 218
AS CASAS DE CARIDADE E A EDUCAÇÃO FEMININA: UM PROJETO DE PADRE IBIAPINA PARA O SERTÃO NORDESTINO

Palavra-chaves: PADRE IBIAPINA, EDUCAÇÃO POPULAR, EDUCAÇÃO FEMININA Comunicação Oral (CO) MOVIMENTOS SOCIAIS, SUJEITOS E PROCESSOS EDUCATIVOS Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar e discutir a importância e contribuição do Padre Ibiapina para a educação, principalmente de mulheres, no sertão nordestino. O estudo de sua vida e obra surgiu a partir do Projeto de Extensão Ciclo de Estudos e Debates com Educadores: Saberes e Aprendizagens na Universidade Estadual da Paraíba - campus III, localizada na cidade de Guarabira-PB. Na qual têm por finalidade propiciar aos estudantes da graduação mais um espaço de difusão do conhecimento, ampliação e aprofundamento sobre educadores que contribuíram com a propagação do conhecimento e da escolarização das populações locais e que, em certa medida, não estão incluídos nos currículos oficiais dos cursos de educação. Ao longo da execução do Projeto de Extensão Ciclo de Estudos e Debates de Educadores: Saberes e Aprendizagens foram adotados os seguintes procedimentos metodológicos: rodas de conversas, rodas de debates e aulas expositivas. Para a fundamentação teórica foram consultados autores como: Madeira e Comblin. Padre Ibiapina, devido a desestruturação econômica e social, interessou-se pela educação popular e a partir disso, passou a percorrer o sertão nordestino, onde, construiu obras comunitárias para melhorar o nível de vida das pessoas. Entre as suas obras mais importantes destacam-se as casas de caridade, locais responsáveis pela educação de mulheres que ofereciam uma educação de qualidade baseada na formação de estudo, oração e trabalho. A partir do conhecimento adquirido é importante ressaltar que o estudo da vida e obra de Padre Ibiapina contribuiu efetivamente na formação profissional dos graduandos em conhecer educadores populares que contribuíram para a educação da região nordeste.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.