Artigo Anais VII CONEDU - Edição Online

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 145
DIÁLOGOS COM ESTUDANTES ACERCA DO CORPO E SUA RELAÇÃO COM A MORTE NA CULTURA TICUNA

Palavra-chaves: FENOMENOLOGIA, IDENTIDADE, ALTERIDADE, ONTOLOGIA, TICUNA Comunicação Oral (CO) GT 06 - Educação e Relações Étnico-Raciais Publicado em 04 de novembro de 2020

Resumo

ESSE ARTIGO TEM POR OBJETO COMPREENDER A PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO SOBRE O CORPO E A MORTE, CONSIDERANDO A COSMOLOGIA TICUNA COMO RECURSO DIDÁTICO-FENOMENOLÓGICO E A LEI 11.465/08, QUE INCLUI NO CURRÍCULO OFICIAL DA REDE DE ENSINO A OBRIGATORIEDADE DA TEMÁTICA HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA. A PESQUISA DE TRAJETÓRIA QUALITATIVA E OBSERVAÇÃO PARTICIPANTE, DESCORTINA SEU CARÁTER EXPLORATÓRIO ATRAVÉS DA FENOMENOLOGIA DE MERLEAU-PONTY, COMBINANDO A REALIZAÇÃO DE OFICINA DIALOGADA, REGISTRO DE CADERNO DE CAMPO E IMAGENS DE DESENHOS ELABORADOS POR 38 ESTUDANTES QUE PARTICIPARAM DA DISCUSSÃO SOBRE A TEMÁTICA EM DOIS DIAS NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2019. NA OFICINA DIALOGADA OBSERVOU-SE QUE ATRAVÉS DO MODO TICUNA DE TEORIZAR A MORTE, BEM COMO, A SIMBOLIZAÇÃO DOS CONFLITOS/TENSÕES DO COTIDIANO NOS DESENHOS DOS ESTUDANTES, A EXPRESSÃO ONTOLÓGICA DOS CORPOS DESSES SUJEITOS, SE APRESENTA COMO ENERGIA PRESENTE NOS MODOS DE SER EM RESISTÊNCIA ÀS TEIAS SIMBÓLICAS (FAMÍLIA, ESCOLA, CIÊNCIA).

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.