Artigo Anais VII CONEDU - Edição Online

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 206
A VARIAÇÃO LINGUÍSTICA EM SALA DE AULA: UMA REFLEXÃO DE ALUNOS E PROFESSORES

Palavra-chaves: ESCOLA, VARIAÇÃO LINGUÍSTICA, SALAS DE AULA, ENSINO, LÍNGUA PORTUGUESA Comunicação Oral (CO) GT 15 - Ensino de línguas Publicado em 04 de novembro de 2020

Resumo

ESTE TRABALHO TEM POR OBJETIVO APRESENTAR UMA NOVA PERSPECTIVA SOBRE A VARIAÇÃO LINGUÍSTICA DENTRO DE ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO, ABORDANDO OS FEITOS EDUCACIONAIS POSITIVOS E NEGATIVOS. PARTIU-SE DA ANÁLISE DAS RESPOSTAS DE ESTUDANTES E DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA DO ENSINO FUNDAMENTAL II E DO ENSINO MÉDIO A UM QUESTIONÁRIO DE MÚLTIPLA ESCOLHA E DISCURSIVO QUE TRATAVA SOBRE ALGUNS MITOS DO PRECONCEITO LINGUÍSTICO E AFIRMAÇÕES SOBRE A VARIAÇÃO LINGUÍSTICA. OS PARTICIPANTES DEVERIAM DIZER SE ESSES MITOS E AFIRMAÇÕES ERAM VERDADEIROS OU FALSOS DE ACORDO COM O QUE LHES É ENSINADO NO DIA A DIA. NO QUE DIZ RESPEITO ÀS RESPOSTAS, É PERCEPTÍVEL NOTAR DIFERENTES CRITÉRIOS DO DESENVOLVIMENTO DOS ASPECTOS SOCIOCOMUNICATIVOS EM VIRTUDE DA VARIAÇÃO LINGUÍSTICA, O MODO COMO SÃO APLICADAS E COMPREENDIDAS AS VARIAÇÕES NAS SALAS DE AULA É BASTANTE COMPLEXO E MULTIFUNCIONAL. A ANÁLISE REFORÇA A NECESSIDADE DO ENSINO DA SOCIOLINGUÍSTICA DENTRO DAS ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS, INCENTIVANDO A VARIEDADE LINGUÍSTICA BRASILEIRA QUE AMPLIA A CAPACIDADE DE ESCRITA E LEITURA, AGREGANDO, ASSIM, A COMPREENSÃO TEXTUAL E A COMUNICAÇÃO SOCIAL.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.