Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, QUALIDADE, ISONOMIA Comunicação Oral (CO) GT 02 - Didática, Currículo e Política Educacional Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

DIANTE DAS DIFICULDADES HOJE ENFRENTADAS DENTRO DAS ESCOLAS, PODEMOS ADIANTAR QUE IMPRETERIVELMENTE DEVE-SE PROMOVER COM URGÊNCIA MAIS POLÍTICAS EDUCACIONAIS QUE ATENDAM AOS ANSEIOS DE TODA UMA SOCIEDADE, VISANDO A MELHORIA DO ENSINO E DA ESTRUTURA DAS ESCOLAS, PERMITINDO QUE PROFESSORES POSSAM SER MELHORES PAGOS E QUE ALUNOS POSSAM VIR PARA A ESCOLA COM VONTADE DE APRENDER E DE ESTAR NA ESCOLA. UMA ESCOLA DE QUALIDADE MUDA TODA A VIDA DE PESSOAS QUE TEM NO SABER A VONTADE DE MUDANÇAS, SENDO NECESSÁRIO SE FAZER PRESENTE PESSOAS CAPACITADAS E ALUNOS ÁVIDOS DE CONHECIMENTO. JÁ ESTAMOS NO SÉCULO XXI E POUCAS MUDANÇAS FORAM FEITAS A PARTIR DE LEIS JÁ INSTITUÍDAS PARA A EDUCAÇÃO. PROMOVER MELHORIAS NAS PRÁTICAS EDUCACIONAIS REQUER UM MÍNIMO DE BOA VONTADE POR PARTE DO PODER PÚBLICO. CADA VEZ MAIS NECESSÁRIAS AS LEIS NÃO SÃO SUFICIENTES PARA EFETIVÁ-LAS HAVENDO NECESSIDADE DE PROPOSTAS DEMOCRÁTICAS ONDE TODOS POSSAM COMPARTILHAR DE SEUS ANSEIOS E SUGESTÕES, FAZENDO CRÍTICAS AS QUAIS SE PREOCUPEM COM A ISONOMIA. PRETENDEMOS NESSE ARTIGO MOSTRAR AS VÁRIAS VERTENTES DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS E DE QUE FORMA ALGUMAS LEIS, DIRETRIZES E PROGRAMAS, QUE BENEFICIAM OU BUROCRATIZAM OS PROJETOS E AÇÕES VOLTADAS AO ENSINO PÚBLICO TÊM SUA RELEVÂNCIA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.