Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

PERCEPÇÕES DOS DISCENTES DO CURSO DE MATEMÁTICA DA UFAL - CAMPUS ARAPIRACA ACERCA DO USO DA CALCULADORA EM SALA DE AULA

Palavra-chaves: CALCULADORA, ENSINO DE MATEMÁTICA, TIC Comunicação Oral (CO) GT 13 - Educação Matemática Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

A INSERÇÃO DE TECNOLOGIAS E MÍDIAS COMO A CALCULADORA NOS AMBIENTES EDUCATIVOS COMO UM RECURSO DIDÁTICO CADA VEZ MAIS VEM SE DESTACANDO SIGNIFICATIVAMENTE PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA. NESSE SENTIDO, O PRESENTE ARTIGO BUSCOU ANALISAR A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES DO CURSO DE MATEMÁTICA DA UFAL - CAMPUS ARAPIRACA SOBRE O USO DA CALCULADORA NAS AULAS DE MATEMÁTICA. TRATA-SE DE UMA PESQUISA DE CAMPO NA QUAL OS DADOS FORAM COLETADOS POR MEIO DA APLICAÇÃO DE QUESTIONÁRIO COM PERGUNTAS ABERTAS E FECHADAS A 42 DISCENTES, PRECEDIDOS DE UMA ANÁLISE DE NATUREZA QUALITATIVA - QUANTITATIVA. EVIDENCIAMOS QUE OS DISCENTES EM SUA MAIORIA SÃO A FAVOR DO USO DA CALCULADORA EM SALA DE AULA E AVALIAM ESSA TECNOLOGIA COMO UM RECURSO IMPORTANTE DESTACANDO PONTOS POSITIVOS RELACIONADOS À SUA UTILIDADE NA CONFERÊNCIA DE RESULTADOS, AGILIDADE E PRECISÃO NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS REALÍSTICOS. ENTRETANTO, CONSTATAMOS TAMBÉM QUE A MAIOR PARTE DOS DISCENTES NÃO USARIA COMO UM SUPORTE DIDÁTICO EM SALA DE AULA, ALEGANDO FALTA DE PROPOSTAS DE ATIVIDADES, INSEGURANÇA E ALGUMAS DESVANTAGENS DE SEU USO PARA A APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA. VERIFICAMOS AINDA EM MAIOR NÚMERO, QUE NA PERSPECTIVA DOS DISCENTES A SUA UTILIZAÇÃO NAS AULAS DE MATEMÁTICA NÃO INIBE O CÁLCULO MENTAL DO ALUNO. CONTUDO, O USO DA CALCULADORA COMO UM AUXÍLIO PEDAGÓGICO DE MANEIRA PLANEJADA PODE ACRESCENTAR NA CAPACIDADE DOS ALUNOS, PERMITINDO-OS CONCEBER NOVAS ABORDAGENS DENTRO DA MATEMÁTICA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.