Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 244
ALUNOS INGRESSANTES E RISCO DE EVASÃO: UMA APLICAÇÃO DO MODELO DE TINTO NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA UFRN

Palavra-chaves: EVASÃO, PERFIL DO ALUNO, TRAJETÓRIA DE INSUCESSO, MODELO DE TINTO. Comunicação Oral (CO) GT 17 – Ensino e suas intersecções Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

A EVASÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR É UM PROBLEMA QUE IMPACTA A VIDA DO ESTUDANTE, A UNIVERSIDADE E, POR CONSEGUINTE, A SOCIEDADE. PARTINDO DESSA PREMISSA, ESTE TRABALHO BUSCA IDENTIFICAR AS CARACTERÍSTICAS DOS ALUNOS QUE SE ENCONTRAM EM RISCO DE EVASÃO, SEGUINDO A TEORIZAÇÃO DO MODELO DE TINTO (1997). MAIS ESPECIFICAMENTE, A PESQUISA TEM POR OBJETIVOS TRAÇAR UM PERFIL DOS ALUNOS QUE INGRESSARAM NOS PERÍODOS DE 2018.1 E 2018.2 (TURNOS MATUTINO E NOTURNO), PARA IDENTIFICAR AS VARIÁVEIS QUE POSSAM INFLUENCIAR NA TRAJETÓRIA DO ALUNO A PARTIR DA TEORIA DE TINTO (1997) E INDICAR UM DESENHO DA TRAJETÓRIA DE INSUCESSO. A COLETA DE DADOS SE DEU POR MEIO DE QUESTIONÁRIO COM 49 QUESTÕES SEMIABERTAS. ESSE QUESTIONÁRIO FOI RESPONDIDO POR 127 ALUNOS, DOS QUAIS APENAS 91 FORAM CONSIDERADOS, POR TEREM SIDO RESPONDIDOS INTEGRALMENTE. UTILIZOU-SE O SOFTWARE EXCEL PARA A TABULAÇÃO E A GERAÇÃO DOS RESULTADOS. DOS RESULTADOS OBTIDOS, AS PRINCIPAIS SEMELHANÇAS NO PERFIL DOS ESTUDANTES NA TRAJETÓRIA DE INSUCESSO SÃO QUE ELES POSSUEM ATÉ 25 ANOS, SÃO SOLTEIROS, NÃO TIVERAM FILHOS, ESTUDARAM PARCIALMENTE EM ESCOLA PÚBLICA, NÃO TIVERAM CIÊNCIAS CONTÁBEIS COMO PRIMEIRA OPÇÃO DE CURSO E JÁ PENSARAM EM DESISTIR DO CURSO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.