Artigo Anais IV CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

MUTISMO SELETIVO: O SILÊNCIO PERIGOSO

Palavra-chaves: MUTISMO SELETIVO, LINGUAGEM, IMPLICAÇÕES BIOPSICOSSOCIAIS Comunicação Oral (CO) AT 12: As linguagens e os diálogos sobre ensino e pesquisa Publicado em 02 de setembro de 2019

Resumo

A LINGUAGEM É UM IMPORTANTE MEIO DE INTERAÇÃO SOCIAL E AS DISFUNÇÕES RELACIONADAS A FALA PODEM COMPROMETER TODAS AS ESFERAS DO DESENVOLVIMENTO DO INDIVÍDUO. NO BRASIL, SÃO RAROS OS ESTUDOS A RESPEITO DO MUTISMO SELETIVO, ASSIM COMO A CARÊNCIA DE PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS PARA O TRATAMENTO. MEDIANTE ISSO, O PRESENTE ARTIGO OBJETIVA EXPOR INFORMAÇÕES ACERCA DESSA “SÍNDROME RARA”, A FIM DE UMA MELHOR COMPREENSÃO DO SEU CONCEITO, O QUAL O SENSO COMUM, INFELIZMENTE, TEM CAMUFLADO E CONFUNDIDO, TRAZENDO MALEFÍCIOS E COMPLICAÇÕES NO SEU DIAGNÓSTICO. A ABORDAGEM FOI SUBORDINADA EM NÍVEL DE REVISÃO DA LITERATURA EXISTENTE ACERCA DO REFERIDO ASSUNTO. CONSIDERANDO A PECULIARIDADE DO TEMA, FOI DISCUTIDO O CONCEITO, O PROGNÓSTICO, A EPIDEMIOLOGIA, SEUS SINTOMAS, TRATAMENTO, AS CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS. VALE SALIENTAR, QUE HOUVE UM RECONHECIMENTO DE UM TRATAMENTO MULTIDISCIPLINAR O QUAL NÃO SE LIMITA, ESTANDO APTO PARA UMA VISÃO MAIS AMPLA QUE ENVOLVA PROFISSIONAIS DE DIFERENTES ÁREAS, COMO: PSICOLOGIA, FONOAUDIOLOGIA, PEDAGOGIA, PSICOPEDAGOGIA, PSIQUIATRIA INFANTO-JUVENIL, E, PRINCIPALMENTE APOIO FAMILIAR.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.