Artigo Anais IV CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

DETERMINAÇÃO DA CONSTANTE DE PLANCK POR MEIO DO EFEITO FOTOELÉTRICO

Palavra-chaves: FÓTONS, CONSTANTE DE PLANCK, EFEITO FOTOELÉTRICO Comunicação Oral (CO) AT 07: Ciências da Natureza e suas abordagens
"2019-09-02 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1637
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 56729
    "edicao_id" => 110
    "trabalho_id" => 381
    "inscrito_id" => 757
    "titulo" => "DETERMINAÇÃO DA CONSTANTE DE PLANCK POR MEIO DO EFEITO FOTOELÉTRICO"
    "resumo" => "COM A INCIDÊNCIA DA LUZ SOB UMA SUPERFÍCIE METÁLICA, ALGUNS ELÉTRONS QUE ESTÃO PRÓXIMOS À SUPERFÍCIE ABSORVEM ENERGIA SUFICIENTE PARA ROMPER COM A FORÇA QUE OS PRENDEM NA SUPERFÍCIE E ESCAPAM PARA O ESPAÇO DAS IMEDIAÇÕES, ESSE FENÔMENO É CONHECIDO COMO EFEITO FOTOELÉTRICO. SENDO OBSERVADO PELA PRIMEIRA VEZ, POR ACASO, PELO FÍSICO ALEMÃO HEINRICH HERTZ, EM 1887, QUANDO O MESMO ESTUDAVA A NATUREZA DA LUZ, PERCEBENDO QUE DIANTE DE DESCARGAS ELÉTRICAS A MESMA PODERIA GERAR FAÍSCAS. INSPIRADOS NOS TRABALHOS DE HERTZ, WILHELM HALLWACHS E PHILIPP LENARD TAMBÉM FÍSICOS ALEMÃES, MOSTROU QUE CORPOS METÁLICOS AO SEREM SUBMETIDOS A LUZ DE FREQUÊNCIA ULTRAVIOLETA EMITIAS ALGO DOS MATERIAIS (PARTÍCULAS). FOI THOMSON QUEM POSTULOU QUE O QUE SAIA DOS MATÉRIAS ERAM ELÉTRONS, E UTILIZOU ESSE FATO PARA CHEGAR A UMA CONSTANTE AINDA NÃO CONHECIDA, SENDO ELA E/M (CONHECIDO COMO RELAÇÃO CARGA-MASSA). EM 1905, EINSTEIN APRESENTOU UMA EXPLICAÇÃO PARA O EFEITO FOTOELÉTRICO ONDE ELE UTILIZAVA AS IDEIAS DO CIENTISTA MAX PLANCK A RESPEITO DA RADIAÇÃO DO CORPO NEGRO. ELE PROPÔS, QUE UM FEIXE LUMINOSO DE FREQUÊNCIA F É CONSTITUÍDO DE FÓTONS, CADA UM COM ENERGIA DETERMINADA BASICAMENTE PELA SUA FREQUÊNCIA. NESTE ARTIGO, RELATA O ESTUDO REALIZADO SOBRE A MEDIÇÃO EXPERIMENTAL DA CONSTANTE DE PLANCK (H) VIA EFEITO FOTOELÉTRICO, ONDE OBTIVEMOS O RESULTADO APROXIMADO PARA H, A PARTIR DESTA MESMA MEDIÇÃO É POSSÍVEL DETERMINAR A FUNÇÃO TRABALHO PARA O MATERIAL EM QUE FORAM INCIDIDAS AS FONTES LUMINOSAS."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 07: Ciências da Natureza  e suas abordagens"
    "palavra_chave" => "FÓTONS, CONSTANTE DE PLANCK, EFEITO FOTOELÉTRICO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV126_MD1_SA7_ID757_01072019120844.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:52"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:23:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MAX WENDELL ANDRADE MELO"
    "autor_nome_curto" => "MAX WENDELL"
    "autor_email" => "max-fontes@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UFCG"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONAPESC"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2019"
    "edicao_logo" => "5e49fc4622961_16022020233654.png"
    "edicao_capa" => "5f1841846340e_22072020103916.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-09-02 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 56729
    "edicao_id" => 110
    "trabalho_id" => 381
    "inscrito_id" => 757
    "titulo" => "DETERMINAÇÃO DA CONSTANTE DE PLANCK POR MEIO DO EFEITO FOTOELÉTRICO"
    "resumo" => "COM A INCIDÊNCIA DA LUZ SOB UMA SUPERFÍCIE METÁLICA, ALGUNS ELÉTRONS QUE ESTÃO PRÓXIMOS À SUPERFÍCIE ABSORVEM ENERGIA SUFICIENTE PARA ROMPER COM A FORÇA QUE OS PRENDEM NA SUPERFÍCIE E ESCAPAM PARA O ESPAÇO DAS IMEDIAÇÕES, ESSE FENÔMENO É CONHECIDO COMO EFEITO FOTOELÉTRICO. SENDO OBSERVADO PELA PRIMEIRA VEZ, POR ACASO, PELO FÍSICO ALEMÃO HEINRICH HERTZ, EM 1887, QUANDO O MESMO ESTUDAVA A NATUREZA DA LUZ, PERCEBENDO QUE DIANTE DE DESCARGAS ELÉTRICAS A MESMA PODERIA GERAR FAÍSCAS. INSPIRADOS NOS TRABALHOS DE HERTZ, WILHELM HALLWACHS E PHILIPP LENARD TAMBÉM FÍSICOS ALEMÃES, MOSTROU QUE CORPOS METÁLICOS AO SEREM SUBMETIDOS A LUZ DE FREQUÊNCIA ULTRAVIOLETA EMITIAS ALGO DOS MATERIAIS (PARTÍCULAS). FOI THOMSON QUEM POSTULOU QUE O QUE SAIA DOS MATÉRIAS ERAM ELÉTRONS, E UTILIZOU ESSE FATO PARA CHEGAR A UMA CONSTANTE AINDA NÃO CONHECIDA, SENDO ELA E/M (CONHECIDO COMO RELAÇÃO CARGA-MASSA). EM 1905, EINSTEIN APRESENTOU UMA EXPLICAÇÃO PARA O EFEITO FOTOELÉTRICO ONDE ELE UTILIZAVA AS IDEIAS DO CIENTISTA MAX PLANCK A RESPEITO DA RADIAÇÃO DO CORPO NEGRO. ELE PROPÔS, QUE UM FEIXE LUMINOSO DE FREQUÊNCIA F É CONSTITUÍDO DE FÓTONS, CADA UM COM ENERGIA DETERMINADA BASICAMENTE PELA SUA FREQUÊNCIA. NESTE ARTIGO, RELATA O ESTUDO REALIZADO SOBRE A MEDIÇÃO EXPERIMENTAL DA CONSTANTE DE PLANCK (H) VIA EFEITO FOTOELÉTRICO, ONDE OBTIVEMOS O RESULTADO APROXIMADO PARA H, A PARTIR DESTA MESMA MEDIÇÃO É POSSÍVEL DETERMINAR A FUNÇÃO TRABALHO PARA O MATERIAL EM QUE FORAM INCIDIDAS AS FONTES LUMINOSAS."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 07: Ciências da Natureza  e suas abordagens"
    "palavra_chave" => "FÓTONS, CONSTANTE DE PLANCK, EFEITO FOTOELÉTRICO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV126_MD1_SA7_ID757_01072019120844.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:52"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:23:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MAX WENDELL ANDRADE MELO"
    "autor_nome_curto" => "MAX WENDELL"
    "autor_email" => "max-fontes@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UFCG"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONAPESC"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2019"
    "edicao_logo" => "5e49fc4622961_16022020233654.png"
    "edicao_capa" => "5f1841846340e_22072020103916.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-09-02 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 02 de setembro de 2019

Resumo

COM A INCIDÊNCIA DA LUZ SOB UMA SUPERFÍCIE METÁLICA, ALGUNS ELÉTRONS QUE ESTÃO PRÓXIMOS À SUPERFÍCIE ABSORVEM ENERGIA SUFICIENTE PARA ROMPER COM A FORÇA QUE OS PRENDEM NA SUPERFÍCIE E ESCAPAM PARA O ESPAÇO DAS IMEDIAÇÕES, ESSE FENÔMENO É CONHECIDO COMO EFEITO FOTOELÉTRICO. SENDO OBSERVADO PELA PRIMEIRA VEZ, POR ACASO, PELO FÍSICO ALEMÃO HEINRICH HERTZ, EM 1887, QUANDO O MESMO ESTUDAVA A NATUREZA DA LUZ, PERCEBENDO QUE DIANTE DE DESCARGAS ELÉTRICAS A MESMA PODERIA GERAR FAÍSCAS. INSPIRADOS NOS TRABALHOS DE HERTZ, WILHELM HALLWACHS E PHILIPP LENARD TAMBÉM FÍSICOS ALEMÃES, MOSTROU QUE CORPOS METÁLICOS AO SEREM SUBMETIDOS A LUZ DE FREQUÊNCIA ULTRAVIOLETA EMITIAS ALGO DOS MATERIAIS (PARTÍCULAS). FOI THOMSON QUEM POSTULOU QUE O QUE SAIA DOS MATÉRIAS ERAM ELÉTRONS, E UTILIZOU ESSE FATO PARA CHEGAR A UMA CONSTANTE AINDA NÃO CONHECIDA, SENDO ELA E/M (CONHECIDO COMO RELAÇÃO CARGA-MASSA). EM 1905, EINSTEIN APRESENTOU UMA EXPLICAÇÃO PARA O EFEITO FOTOELÉTRICO ONDE ELE UTILIZAVA AS IDEIAS DO CIENTISTA MAX PLANCK A RESPEITO DA RADIAÇÃO DO CORPO NEGRO. ELE PROPÔS, QUE UM FEIXE LUMINOSO DE FREQUÊNCIA F É CONSTITUÍDO DE FÓTONS, CADA UM COM ENERGIA DETERMINADA BASICAMENTE PELA SUA FREQUÊNCIA. NESTE ARTIGO, RELATA O ESTUDO REALIZADO SOBRE A MEDIÇÃO EXPERIMENTAL DA CONSTANTE DE PLANCK (H) VIA EFEITO FOTOELÉTRICO, ONDE OBTIVEMOS O RESULTADO APROXIMADO PARA H, A PARTIR DESTA MESMA MEDIÇÃO É POSSÍVEL DETERMINAR A FUNÇÃO TRABALHO PARA O MATERIAL EM QUE FORAM INCIDIDAS AS FONTES LUMINOSAS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.