Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

BUSCANDO UMA RELAÇÃO ENTRE OS CENTROS DE ATENDIMENTO PSICOSSOCIAL (CAPS) E A ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) ATRAVÉS DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Palavra-chaves: DESCENTRALIZAÇÃO, ABORDAGEM, INTEGRAÇÃO Pôster (PO) Psicologia
"2014-04-09 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 5435
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 571
    "inscrito_id" => 2638
    "titulo" => "BUSCANDO UMA RELAÇÃO ENTRE OS CENTROS DE ATENDIMENTO PSICOSSOCIAL (CAPS) E A ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) ATRAVÉS DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICA"
    "resumo" => "BUSCANDO UMA RELAÇÃO ENTRE OS CENTROS DE ATENDIMENTO PSICOSSOCIAL (CAPS) E A ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) ATRAVÉS DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICAÁREA TEMÁTICA: PSICOLOGIA•\tMaria Tamires Lourenço Figueiredo: Acadêmica de Enfermagem da FVS.•\tLorena Maria Lourenço Roberto: Acadêmica de Enfermagem da Faculdade Vale do Salgado•\tJosé Lucas Alves da Silva: Acadêmico de Enfermagem da FVS•\tJosué Barros Júnior: Professor da Faculdade Vale do Salgado-Icó-CERESUMO:Na década de 70 com a eclosão do movimento sanitarista surge os Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS) em favor da mudança dos modelos de atenção e gestão nas práticas de saúde e em defesa da saúde coletiva.  O CAPS surge com o objetivo de oferecer um atendimento diferenciado à saúde mental na conjuntura assistencial à população de forma adequada, realizando acompanhamento clínico bem como a reinserção social dos usuários pelo acesso dos indivíduos ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis bem como o fortalecimento dos laços familiares e comunitários. Já a Estratégia Saúde da Família (ESF) surge com o objetivo de implementar os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), de integralidade, universalidade, eqüidade e participação social, sendo estruturada como uma estratégia para dar conta do processo de reorganização da rede de atenção básica ou primária, sendo também uma estratégia de reorganização de todo o sistema.  O objetivo desse estudo é identificar os principais problemas na relação entre o CAPS e a ESF, que vem impedindo uma melhor assistência em saúde para os usuários desses serviços. O método utilizado para realização dessa pesquisa foi uma revisão sistemática onde se caracterizou cada estudo selecionado, avaliando a qualidade de cada um deles, identificando conceitos importantes, comparando as análises estatísticas apresentadas e formulando a conclusão sobre o que a literatura informa em relação a determinada intervenção, apontando ainda problemas/questões que necessitam de novos estudos e novas intervenções. Dentre os principais problemas identificados na relação CAPS e ESF caracterizou-se os de ordem econômica, estrutural e física das instituições, além da ineficiência na integralidade e coparticipação nos atendimentos dos usuários desses serviços, necessitando de uma maior proximidade na comunicação dos profissionais inseridos no processo além de um melhor relacionamento entre os mesmos. Desta forma conclui-se que a aproximação entre o CAPS e a ESF possibilita um acompanhamento integral dos pacientes necessitados dos serviços de saúde mental, possibilitando uma abordagem dos problemas sociais dos indivíduos, além de trabalhar a inserção dos mesmo na sociedade. A escuta qualificada e intervenções persistentes neste nível de atenção é a forma de abordagem mais eficiente para resolução desses problemas desde que haja uma melhor relação entre as equipes do CAPS e ESF, sendo assim ampliado o conceito de saúde-doença, incluindo práticas cotidianas na resolução desses problemas.Palavras chave: Descentralização, Abordagem, Integração"
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Psicologia"
    "palavra_chave" => "DESCENTRALIZAÇÃO, ABORDAGEM, INTEGRAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_22_03_2014_11_29_00_idinscrito_2638_b491cb3fac26a3c8dee4155d5d15ad93.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA TAMIRES LOURENÇO FIGUEIREDO"
    "autor_nome_curto" => "TAMIRES FIGUEIREDO"
    "autor_email" => "tamiresfigueredo@hotmail."
    "autor_ies" => "FACULDADE VALE DO SALGADO"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 5435
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 571
    "inscrito_id" => 2638
    "titulo" => "BUSCANDO UMA RELAÇÃO ENTRE OS CENTROS DE ATENDIMENTO PSICOSSOCIAL (CAPS) E A ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) ATRAVÉS DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICA"
    "resumo" => "BUSCANDO UMA RELAÇÃO ENTRE OS CENTROS DE ATENDIMENTO PSICOSSOCIAL (CAPS) E A ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) ATRAVÉS DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICAÁREA TEMÁTICA: PSICOLOGIA•\tMaria Tamires Lourenço Figueiredo: Acadêmica de Enfermagem da FVS.•\tLorena Maria Lourenço Roberto: Acadêmica de Enfermagem da Faculdade Vale do Salgado•\tJosé Lucas Alves da Silva: Acadêmico de Enfermagem da FVS•\tJosué Barros Júnior: Professor da Faculdade Vale do Salgado-Icó-CERESUMO:Na década de 70 com a eclosão do movimento sanitarista surge os Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS) em favor da mudança dos modelos de atenção e gestão nas práticas de saúde e em defesa da saúde coletiva.  O CAPS surge com o objetivo de oferecer um atendimento diferenciado à saúde mental na conjuntura assistencial à população de forma adequada, realizando acompanhamento clínico bem como a reinserção social dos usuários pelo acesso dos indivíduos ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis bem como o fortalecimento dos laços familiares e comunitários. Já a Estratégia Saúde da Família (ESF) surge com o objetivo de implementar os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), de integralidade, universalidade, eqüidade e participação social, sendo estruturada como uma estratégia para dar conta do processo de reorganização da rede de atenção básica ou primária, sendo também uma estratégia de reorganização de todo o sistema.  O objetivo desse estudo é identificar os principais problemas na relação entre o CAPS e a ESF, que vem impedindo uma melhor assistência em saúde para os usuários desses serviços. O método utilizado para realização dessa pesquisa foi uma revisão sistemática onde se caracterizou cada estudo selecionado, avaliando a qualidade de cada um deles, identificando conceitos importantes, comparando as análises estatísticas apresentadas e formulando a conclusão sobre o que a literatura informa em relação a determinada intervenção, apontando ainda problemas/questões que necessitam de novos estudos e novas intervenções. Dentre os principais problemas identificados na relação CAPS e ESF caracterizou-se os de ordem econômica, estrutural e física das instituições, além da ineficiência na integralidade e coparticipação nos atendimentos dos usuários desses serviços, necessitando de uma maior proximidade na comunicação dos profissionais inseridos no processo além de um melhor relacionamento entre os mesmos. Desta forma conclui-se que a aproximação entre o CAPS e a ESF possibilita um acompanhamento integral dos pacientes necessitados dos serviços de saúde mental, possibilitando uma abordagem dos problemas sociais dos indivíduos, além de trabalhar a inserção dos mesmo na sociedade. A escuta qualificada e intervenções persistentes neste nível de atenção é a forma de abordagem mais eficiente para resolução desses problemas desde que haja uma melhor relação entre as equipes do CAPS e ESF, sendo assim ampliado o conceito de saúde-doença, incluindo práticas cotidianas na resolução desses problemas.Palavras chave: Descentralização, Abordagem, Integração"
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Psicologia"
    "palavra_chave" => "DESCENTRALIZAÇÃO, ABORDAGEM, INTEGRAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_22_03_2014_11_29_00_idinscrito_2638_b491cb3fac26a3c8dee4155d5d15ad93.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA TAMIRES LOURENÇO FIGUEIREDO"
    "autor_nome_curto" => "TAMIRES FIGUEIREDO"
    "autor_email" => "tamiresfigueredo@hotmail."
    "autor_ies" => "FACULDADE VALE DO SALGADO"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

BUSCANDO UMA RELAÇÃO ENTRE OS CENTROS DE ATENDIMENTO PSICOSSOCIAL (CAPS) E A ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) ATRAVÉS DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICAÁREA TEMÁTICA: PSICOLOGIA• Maria Tamires Lourenço Figueiredo: Acadêmica de Enfermagem da FVS.• Lorena Maria Lourenço Roberto: Acadêmica de Enfermagem da Faculdade Vale do Salgado• José Lucas Alves da Silva: Acadêmico de Enfermagem da FVS• Josué Barros Júnior: Professor da Faculdade Vale do Salgado-Icó-CERESUMO:Na década de 70 com a eclosão do movimento sanitarista surge os Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS) em favor da mudança dos modelos de atenção e gestão nas práticas de saúde e em defesa da saúde coletiva. O CAPS surge com o objetivo de oferecer um atendimento diferenciado à saúde mental na conjuntura assistencial à população de forma adequada, realizando acompanhamento clínico bem como a reinserção social dos usuários pelo acesso dos indivíduos ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis bem como o fortalecimento dos laços familiares e comunitários. Já a Estratégia Saúde da Família (ESF) surge com o objetivo de implementar os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), de integralidade, universalidade, eqüidade e participação social, sendo estruturada como uma estratégia para dar conta do processo de reorganização da rede de atenção básica ou primária, sendo também uma estratégia de reorganização de todo o sistema. O objetivo desse estudo é identificar os principais problemas na relação entre o CAPS e a ESF, que vem impedindo uma melhor assistência em saúde para os usuários desses serviços. O método utilizado para realização dessa pesquisa foi uma revisão sistemática onde se caracterizou cada estudo selecionado, avaliando a qualidade de cada um deles, identificando conceitos importantes, comparando as análises estatísticas apresentadas e formulando a conclusão sobre o que a literatura informa em relação a determinada intervenção, apontando ainda problemas/questões que necessitam de novos estudos e novas intervenções. Dentre os principais problemas identificados na relação CAPS e ESF caracterizou-se os de ordem econômica, estrutural e física das instituições, além da ineficiência na integralidade e coparticipação nos atendimentos dos usuários desses serviços, necessitando de uma maior proximidade na comunicação dos profissionais inseridos no processo além de um melhor relacionamento entre os mesmos. Desta forma conclui-se que a aproximação entre o CAPS e a ESF possibilita um acompanhamento integral dos pacientes necessitados dos serviços de saúde mental, possibilitando uma abordagem dos problemas sociais dos indivíduos, além de trabalhar a inserção dos mesmo na sociedade. A escuta qualificada e intervenções persistentes neste nível de atenção é a forma de abordagem mais eficiente para resolução desses problemas desde que haja uma melhor relação entre as equipes do CAPS e ESF, sendo assim ampliado o conceito de saúde-doença, incluindo práticas cotidianas na resolução desses problemas.Palavras chave: Descentralização, Abordagem, Integração

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.