Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 230
A IMPORTÂNCIA DA PROMOÇÃO DA SAÚDE DOS CUIDADORES DE ACAMADOS: UMA REVISÃO LITERÁRIA

Palavra-chaves: CUIDADORES, ACAMADOS, PROMOÇÃO DA SAÚDE Pôster (PO) Saúde Pública

Resumo

Introdução: A população brasileira vem sofrendo um processo de envelhecimento com grande aumento da expectativa de vida, o que acarreta o aumento do número de idosos e, por conseguinte as doenças crônico-degenerativas associadas ao envelhecimento. Certamente estes indivíduos estarão acamados em seus domicílios, fragilizados, com elevado grau de dependência, precisando de cuidados específicos e necessitando de um cuidador. Na maioria das vezes este cuidador é um familiar que está sujeito a eventos estressores ao assumir uma sobrecarga de trabalho exaustiva, alterando gradualmente seu bem-estar e sua qualidade de vida. No presente estudo foi definido cuidador como o principal responsável por prover recursos requeridos pelo paciente sem formação especializada. Objetivo: Descrever a partir de estudos, os trabalhos realizados por profissionais da saúde para promoção e prevenção da saúde dos cuidadores de idosos acamados. Método: Trata-se de uma revisão literária realizada no período de fevereiro a março de 2014 através do levantamento de artigos da Biblioteca Virtual da Saúde (BVS), tendo sido consultadas a base de dados LILACS – Literatura Latinoamericana em Ciências da Saúde. Foram utilizados os descritores: Cuidadores; Promoção da Saúde; Assistência Domiciliar. Os critérios de inclusão dos artigos foram: estar disponíveis na internet e na íntegra; idioma vernáculo; publicados no período de 2009 e 2014. Foram encontrados 12 artigos, entretanto após leitura do material dois destes davam foco em suas abordagens aos idosos acamados, sendo excluídos da análise. As publicações selecionadas foram submetidas à leitura/discussão e organizados conforme suas congruências, complementaridade e divergência. Resultados: O perfil mais descrito era de cuidadoras; filhas; casadas; com idade entre 60 e 69 anos. Todos os artigos levantados (100%) abordaram o desgaste físico e emocional dos cuidadores, levantando a piora do quadro de saúde em comparação com a população em geral, com surgimento de sintomas ansiosos, depressivos e uso abusivo de álcool, decorrentes das pressões vivenciadas. Destaca-se que ao abordar este tema, foram achados poucos artigos que tratassem de discutir práticas de promoção à saúde do cuidador. Um dos trabalhos apontou para visita domiciliar feita por acadêmicos de fisioterapia aos cuidadores. Os estudantes realizavam orientações de manuseios corretos do paciente com diminuição da sobrecarga osteomuscular , alongamentos, medidas para alívios de algias, além de estratégias de incentivos e valorização do trabalho do cuidador. Outros artigos descreveram trabalhos multidisciplinares que formavam grupos de cuidadores com intuito de desenvolver-lhes capacidade funcional através da atividade física, bem como contribuir para a troca de experiências entre seus participantes como forma de diminuir os níveis de estresses já descritos. Conclusão: Conforme estudos levantados, os cuidadores de idosos acamados sofrem piora significativa da qualidade de vida. Entretanto, existem poucos trabalhos publicados que abordem a promoção e prevenção da saúde do cuidador. As experiências ainda são muito tímidas diante da demanda deste grupo. Destarte, faz-se necessário a sensibilização dos profissionais e acadêmicos de saúde para este grupo que podem vir a estar desenvolvendo práticas de promoção da saúde, e no caso dos estudantes um projeto de extensão acadêmico.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.