Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 242
DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM OU TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO/HIPERATIVIDADE? ANALISE A PARTIR DE UM RELATO DE EXPERIÊNCIA.

Palavra-chaves: DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM, TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO, RELATO DE EXPERIÊNCIA Relato de Experiência(RE) Psicologia Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

O cenário contemporâneo educacional tem vivenciado um foco voltado para inúmeros diagnósticos clínicos psiquiátricos a fim de justificar problemas de aprendizado de ordem pedagógica e/ou metodológica, comportamental ou até mesmo ausência de limites, para legitimar o TDA/H em crianças em processo de escolarização. A Associação Brasileira do Déficit de Atenção conceitua o TDA/H como um transtorno neurobiológico, com grande participação genética tendo início na infância e que pode persistir na vida adulta comprometendo o funcionamento da pessoa em vários setores de sua vida, caracterizando-se por alterações de hiperatividade, impulsividade e desatenção. Desta forma, este estudo consiste em um relato de experiência orientado pela disciplina Estágio Básico IV- Processos Educacionais do 5º período do Curso de Psicologia, da Faculdade Santa Maria Cajazeiras PB, realizado no período de 30 de outubro a 20 de novembro de 2013, em uma escola pertencente à rede municipal da cidade de Barro Ceará, tendo como objetivo apresentar a rotina diária de um aluno do 3º ano do Ensino Fundamental I pertencente à rede publica, que apresenta dificuldade de aprendizagem manifestando traços de TDAH. Trata-se de um estudo descritivo e para o desenvolvimento da atividade utilizamos como técnica de pesquisa a observação sistemática e entrevistas estruturadas aplicadas a professora e a responsável pelo aluno. Refletindo sob a luz das teorias de Vygotsky e Piaget, ressaltamos o conceito de mediação no entendimento do ato educativo e a importância das relações sociais na formação do individuo, e os estágios evolutivos de Piaget que auxiliam na compreensão do desenvolvimento infantil. Como resultados, o estágio proporcionou uma reflexão acerca do entendimento e percepção que os educadores emitem sobre TDA/H e Dificuldade de Aprendizagem. Desta forma, conclui-se que é necessário repensar sobre os conhecimentos sobre dificuldades de aprendizagem, transtornos, distúrbios, como também, questões extrínsecas ao aluno, tais como, sociais e culturais. Percebe-se a necessidade de aprofundamento e formação continuada para professores, gestores e supervisores sobre tais temas, possibilitando o desenvolvimento eficaz da aprendizagem, livre de falsas hipóteses diagnósticas e de conceitos mal concebidos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.