Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 249
CARACTERIZAÇÃO DOS USUÁRIOS QUE FAZEM USO DE PSICOTRÓPICOS DE UMA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Palavra-chaves: PSICOTRÓPICOS, DADOS, SAÚDE DA FAMÍLIA Tema Livre (TL) Enfermagem Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

INTRODUÇÃO: Estudos demonstram que os problemas de saúde mental constituem uma demanda para a saúde pública devido à alta prevalência e impacto psicossocial. Diante disso, o presente trabalho se questiona: qual o perfil dos usuários que utilizam psicotrópicos atendidos na ESF? Quais medicamentos são mais utilizados? Qual o período de uso dos psicotrópicos? A relevância do presente estudo ocorre devido ao número crescente do uso de psicotrópicos na ESF a ser pesquisa. A realização da caracterização do perfil dos pacientes que fazem uso de psicotrópicos justifica-se por duas razões. A primeira delas se reporta ao fato das ESF responderem por um percentual relativamente alto de atendimento as pessoas com sofrimento psíquico e em segundo lugar de acordo com as diretrizes da política do SUS, quanto ao papel da ESF, é preciso conhecer o perfil epidemiológico em saúde mental do território adstrito. OBJETIVO: Caracterizar o perfil dos pacientes que fazem uso de psicotrópicos em uma Estratégia de Saúde da Família (ESF) do município de Governador de Dix-sept Rosado/RN. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa documental, cuja natureza é quantitativa, pois busca incorporar dados significativos para refletir acerca da prática de saúde mental da unidade de saúde pesquisada. A pesquisa foi realizada em uma das Estratégias de Saúde da Família (ESF) da zona urbana localizada na cidade de Governador de Dix-Sept Rosado/RN. Os dados foram coletados através de relatórios, fichas da ESF pesquisada e, também, por meio dos documentos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) condizente com a unidade de saúde escolhida. Utilizou-se como instrumento de coleta de dados um formulário empregado nos locais para obtenção dos dados, contemplando diversos itens a fim de caracterizar o perfil dos entrevistados. Após isso, os dados foram agrupados e analisados sob a luz do referencial teórico adotado, formando então gráficos e tabelas. Vale salientar que foram obedecidos os aspectos éticos da pesquisa envolvendo os seres humanos. RESULTADOS: Os dados foram compilados e demonstram que atualmente existem 100 pessoas assistidas por uma das ESF da zona urbana da cidade de Governador Dix-Sept Rosado e que fazem uso de psicotrópicos, sendo estas de ambos os sexos. Os resultados obtidos demonstram que 67% dos usuários com sofrimento psíquico da unidade estudada são do sexo feminino e 33% do sexo masculino. Bem como, demais características que nos permitiu traçar o perfil dos entrevistados. Assim, verifica-se uma tendência da UBS em distribuir uma variedade de fármacos com suas respectivas dosagens, sem que a mesma desperte para os riscos em que esta pode estar gerando em seu território em meio à inserção desse indivíduo na sociedade. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Diante dos dados conclui-se que as equipes das ESF geralmente restringem o atendimento aos pacientes com sofrimento psíquico ao ato prescritivo de psicotrópicos. A atualização do perfil de saúde mental de uma comunidade e ou distrito deveria ser de preferência uma atividade contínua ou pelo menos anual dos profissionais de saúde que atuam na atenção básica, pois os dados quando capazes de gerar informações tornam-se ferramentas importante para caracterizar problemas e propor possíveis soluções.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.