Artigo Anais III CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 271
DETERMINAÇÃO DE FORMULAÇÕES PARA ESTUDO LABORATORIAL DE CONCRETOS ESPECIAIS DE ALTA RESISTÊNCIA

Palavra-chaves: FORMULAÇÕES, CONCRETOS ESPECIAIS, ADITIVOS, ADIÇÕES MINERAIS, ADIÇÕES MINERAIS Comunicação Oral (CO) AT 18 - Engenharias – Engenharia Civil, Engenharia Sanitária, Engenharia Química, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção, Engenharia Aeroespacial, Engenharia Elétrica Publicado em 17 de julho de 2018

Resumo

Dentre os variados avanços no âmbito da construção civil, os materiais de construção ponderam de forma qualitativa o potencial dos elementos construtivos quanto ao desempenho físico-mecânico e durabilidade, fatores que merecem fundamental atenção durante a sua execução para favorecerem o aumento da vida útil das construções em geral. Neste contexto, este trabalho tem como objetivo quantificar o estudo laboratorial para concretos especiais, com ênfase no desenvolvimento de formulações que preconizem resistências à compressão axial elevadas. Foram definidas 10 composições, em massa, para fabricação dos concretos, aplicando cimento CP-V ARI, areia, metacaulim, microssílica, aditivo superplastificante e água de amassamento com temperatura entre 1 e 3 °C. Os materiais sólidos foram misturados a seco, com o auxílio de saco plástico, enquanto a água e o aditivo foram misturados para comporem um único líquido, onde seguiram para o misturador planetário. Após a conformação dos moldes cilíndricos de dimensões 5x10cm com auxílio de vibrador de imersão portátil, os moldes foram desformados e receberam tratamento térmico mediante dois períodos de pré-cura e dois tempos de isoterma de acordo com o traço definido, com submissão ao teste de compressão axial em idades de 7 e 14 dias. Diante de todas as variações dos traços, observou-se que o fator água/cimento quando reduzido, aumentava a resistência, da mesma forma que os períodos usados para os dois tratamentos térmicos não produziram resistências com relevantes diferenças.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.