Artigo Anais III CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

“DO DESEJO DE SER ADOTADO À ADOÇÃO DA FAMÍLIA EM MEU DESEJO: DISCUTINDO SAÚDE MENTAL E ADOTABILIDADE”

Palavra-chaves: ADOÇÃO, SAÚDE MENTAL, DESEJO, PSICANÁLISE Comunicação Oral (CO) AT-13: Psicologia
"2018-06-13 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 41480
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 1067
    "inscrito_id" => 43
    "titulo" => "“DO DESEJO DE SER ADOTADO À ADOÇÃO DA FAMÍLIA EM MEU DESEJO: DISCUTINDO SAÚDE MENTAL E ADOTABILIDADE”"
    "resumo" => "O presente projeto de pesquisa intitulado “Do desejo de ser adotado à adoção da família em meu desejo: discutindo saúde mental e adotabilidade”, tem como objetivo investigar a dinâmica entre o desejo de ser adotado e a adoção da família no desejo do sujeito em processo de adoção. Dentre as produções científicas sobre o tema da adoção vê-se, cada vez mais, propostas de envolver e lançar olhares sobre a criança nesse processo. Contudo, apesar da criança aparecer como foco nesses estudos, ainda são poucos os que investigam a adoção a partir desta ótica. Sendo a criança parte constitutiva do processo de adoção e estando ela submetida a uma série de fatores que o circunscrevem, faz-se necessário conhecer as significações elaboradas sobre a adoção por parte delas, vislumbrando sua saúde mental e social. Nesse sentido, se mostra relevante estar atento e aberto aos fundamentos tanto conscientes, quanto inconscientes, que envolvem a filiação. Sobre os aspectos inconscientes, a proposta de abordá-los perpassa a discussão de que o amor direcionado à criança não dá garantias da filiação por parte dos pais, tampouco da adoção da nova família em seu desejo. Com base nessa colocação, discute-se sobre saúde mental no contexto das adoções, bem como a relevância e urgência de um trabalho que considere os possíveis sofrimentos, psíquico e social, nos processos de adoção, sobretudo nos casos concluídos de forma não satisfatória, junto a uma possível elaboração desses processos."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-13: Psicologia"
    "palavra_chave" => "ADOÇÃO, SAÚDE MENTAL, DESEJO, PSICANÁLISE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA13_ID43_21052018235658.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:26"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:34"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JULIANA FONSÊCA DE ALMEIDA GAMA"
    "autor_nome_curto" => "JULIANA"
    "autor_email" => "julianafgama@hotmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 41480
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 1067
    "inscrito_id" => 43
    "titulo" => "“DO DESEJO DE SER ADOTADO À ADOÇÃO DA FAMÍLIA EM MEU DESEJO: DISCUTINDO SAÚDE MENTAL E ADOTABILIDADE”"
    "resumo" => "O presente projeto de pesquisa intitulado “Do desejo de ser adotado à adoção da família em meu desejo: discutindo saúde mental e adotabilidade”, tem como objetivo investigar a dinâmica entre o desejo de ser adotado e a adoção da família no desejo do sujeito em processo de adoção. Dentre as produções científicas sobre o tema da adoção vê-se, cada vez mais, propostas de envolver e lançar olhares sobre a criança nesse processo. Contudo, apesar da criança aparecer como foco nesses estudos, ainda são poucos os que investigam a adoção a partir desta ótica. Sendo a criança parte constitutiva do processo de adoção e estando ela submetida a uma série de fatores que o circunscrevem, faz-se necessário conhecer as significações elaboradas sobre a adoção por parte delas, vislumbrando sua saúde mental e social. Nesse sentido, se mostra relevante estar atento e aberto aos fundamentos tanto conscientes, quanto inconscientes, que envolvem a filiação. Sobre os aspectos inconscientes, a proposta de abordá-los perpassa a discussão de que o amor direcionado à criança não dá garantias da filiação por parte dos pais, tampouco da adoção da nova família em seu desejo. Com base nessa colocação, discute-se sobre saúde mental no contexto das adoções, bem como a relevância e urgência de um trabalho que considere os possíveis sofrimentos, psíquico e social, nos processos de adoção, sobretudo nos casos concluídos de forma não satisfatória, junto a uma possível elaboração desses processos."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-13: Psicologia"
    "palavra_chave" => "ADOÇÃO, SAÚDE MENTAL, DESEJO, PSICANÁLISE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA13_ID43_21052018235658.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:26"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:34"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JULIANA FONSÊCA DE ALMEIDA GAMA"
    "autor_nome_curto" => "JULIANA"
    "autor_email" => "julianafgama@hotmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 13 de junho de 2018

Resumo

O presente projeto de pesquisa intitulado “Do desejo de ser adotado à adoção da família em meu desejo: discutindo saúde mental e adotabilidade”, tem como objetivo investigar a dinâmica entre o desejo de ser adotado e a adoção da família no desejo do sujeito em processo de adoção. Dentre as produções científicas sobre o tema da adoção vê-se, cada vez mais, propostas de envolver e lançar olhares sobre a criança nesse processo. Contudo, apesar da criança aparecer como foco nesses estudos, ainda são poucos os que investigam a adoção a partir desta ótica. Sendo a criança parte constitutiva do processo de adoção e estando ela submetida a uma série de fatores que o circunscrevem, faz-se necessário conhecer as significações elaboradas sobre a adoção por parte delas, vislumbrando sua saúde mental e social. Nesse sentido, se mostra relevante estar atento e aberto aos fundamentos tanto conscientes, quanto inconscientes, que envolvem a filiação. Sobre os aspectos inconscientes, a proposta de abordá-los perpassa a discussão de que o amor direcionado à criança não dá garantias da filiação por parte dos pais, tampouco da adoção da nova família em seu desejo. Com base nessa colocação, discute-se sobre saúde mental no contexto das adoções, bem como a relevância e urgência de um trabalho que considere os possíveis sofrimentos, psíquico e social, nos processos de adoção, sobretudo nos casos concluídos de forma não satisfatória, junto a uma possível elaboração desses processos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.