Artigo Anais III CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS QUE CARACTERIZAM A VIDA DE MULHERES EM SITUAÇÃO DE PRISÃO: UM ENFOQUE NAS QUESTÕES DE GÊNERO

Palavra-chaves: MULHERES, PRISÕES, SAÚDE, GÊNERO Comunicação Oral (CO) AT-07: Saúde Coletiva
"2018-06-13 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 40977
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 703
    "inscrito_id" => 2050
    "titulo" => "DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS QUE CARACTERIZAM A VIDA DE MULHERES EM SITUAÇÃO DE PRISÃO: UM ENFOQUE NAS QUESTÕES DE GÊNERO"
    "resumo" => "Apesar da normatização que garante acesso à atenção integral à saúde à população privada de liberdade, foi apontado que as políticas públicas voltadas a esse grupo não contemplam ações pautadas nas questões de gênero e nas necessidades de saúde de mulheres em situação de prisão. Assim, este estudo teve o objetivo de caracterizar socialmente e economicamente a população de mulheres em situação de prisão, com base na literatura científica publicada nacionalmente tendo como enfoque as questões de gênero. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, por meio da qual foram selecionados, analisados e interpretados 14 artigos científicos completos, publicados no período de 2004 a 2014, no idioma português. A análise dos trabalhos que foram revisados por este estudo demonstrou um perfil social e econômico de mulheres que, na sua maioria, são negras e jovens, estavam solteiras e apresentaram história de baixa condição financeira e baixa escolaridade. Adotando a abordagem de gênero, discutiu-se o impacto da opressão vivenciada pelas mulheres na sociedade mais ampla e o seu reflexo nas condições de vida da população estudada."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-07: Saúde Coletiva"
    "palavra_chave" => "MULHERES, PRISÕES, SAÚDE, GÊNERO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA7_ID2050_21052018185917.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:32"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JACKELINE ABÍLIO DE SOUZA"
    "autor_nome_curto" => "JACKELINE"
    "autor_email" => "jackabilio@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 40977
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 703
    "inscrito_id" => 2050
    "titulo" => "DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS QUE CARACTERIZAM A VIDA DE MULHERES EM SITUAÇÃO DE PRISÃO: UM ENFOQUE NAS QUESTÕES DE GÊNERO"
    "resumo" => "Apesar da normatização que garante acesso à atenção integral à saúde à população privada de liberdade, foi apontado que as políticas públicas voltadas a esse grupo não contemplam ações pautadas nas questões de gênero e nas necessidades de saúde de mulheres em situação de prisão. Assim, este estudo teve o objetivo de caracterizar socialmente e economicamente a população de mulheres em situação de prisão, com base na literatura científica publicada nacionalmente tendo como enfoque as questões de gênero. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, por meio da qual foram selecionados, analisados e interpretados 14 artigos científicos completos, publicados no período de 2004 a 2014, no idioma português. A análise dos trabalhos que foram revisados por este estudo demonstrou um perfil social e econômico de mulheres que, na sua maioria, são negras e jovens, estavam solteiras e apresentaram história de baixa condição financeira e baixa escolaridade. Adotando a abordagem de gênero, discutiu-se o impacto da opressão vivenciada pelas mulheres na sociedade mais ampla e o seu reflexo nas condições de vida da população estudada."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-07: Saúde Coletiva"
    "palavra_chave" => "MULHERES, PRISÕES, SAÚDE, GÊNERO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA7_ID2050_21052018185917.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:32"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JACKELINE ABÍLIO DE SOUZA"
    "autor_nome_curto" => "JACKELINE"
    "autor_email" => "jackabilio@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 13 de junho de 2018

Resumo

Apesar da normatização que garante acesso à atenção integral à saúde à população privada de liberdade, foi apontado que as políticas públicas voltadas a esse grupo não contemplam ações pautadas nas questões de gênero e nas necessidades de saúde de mulheres em situação de prisão. Assim, este estudo teve o objetivo de caracterizar socialmente e economicamente a população de mulheres em situação de prisão, com base na literatura científica publicada nacionalmente tendo como enfoque as questões de gênero. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, por meio da qual foram selecionados, analisados e interpretados 14 artigos científicos completos, publicados no período de 2004 a 2014, no idioma português. A análise dos trabalhos que foram revisados por este estudo demonstrou um perfil social e econômico de mulheres que, na sua maioria, são negras e jovens, estavam solteiras e apresentaram história de baixa condição financeira e baixa escolaridade. Adotando a abordagem de gênero, discutiu-se o impacto da opressão vivenciada pelas mulheres na sociedade mais ampla e o seu reflexo nas condições de vida da população estudada.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.