Artigo Anais III CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE DANOS EM MODELO EXPERIMENTAL DE MICROCEFALIA ASSOCIADA ÀS SÍNDROMES CONGÊNITAS EM RATOS WISTAR

Palavra-chaves: CRESCIMENTO SOMÁTICO, ONTOGÊNESE DE REFLEXOS, CARACTERÍSTICAS FÍSICAS, RATO, RATO Pôster (PO) AT-06: Nutrição
"2018-06-13 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 40931
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 661
    "inscrito_id" => 2357
    "titulo" => "CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE DANOS EM MODELO EXPERIMENTAL DE MICROCEFALIA ASSOCIADA ÀS SÍNDROMES CONGÊNITAS EM RATOS WISTAR"
    "resumo" => ": A microcefalia é caracterizada pelo crescimento anormal do crânio e seu critério diagnóstico é realizado pela circunferência frontal occipital da criança. Recentemente, houve um surto de microcefalia em crianças nas Américas. Não há estudos sobre critérios diagnósticos para microcefalia em modelos animais. Neste estudo, investigamos critérios diagnósticos compostos por crescimento somático, características físicas e ontogênese de reflexos em ratos submetidos a um modelo experimental de microcefalia. Para isso, as ratas fêmeas receberam o Busulfan (grupo B) (10 mg/kg/ 0,5 ml/100 g peso corporal) ou Azeite (grupo C) (0,5 ml / 100 g peso corporal) intraperitonealmente nos dias 12, 13, 14 da gestação (período inicial de desenvolvimento do córtex). Na prole dessas fêmeas foram avaliadas as medidas cranianas, características físicas e maturação dos reflexos do 1º dia (P1) pós-natal ao P21. Todas as medidas de crescimento somático de animais do grupo B foram menores que o grupo C em P1. Houve um atraso na erupção dos incisivos superiores e inferiores, na preensão palmar e na recuperação de decúbito dos filhotes do grupo B em relação ao grupo C. Os animais do grupo B classificados como não-microcefálicos também apresentaram atraso na maturação de características somáticas e reflexos. Esses dados reforçam a necessidade de estabelecer critérios não apenas morfológicos, mas também funcionais na avaliação de danos em modelos experimentais de microcefalia."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-06: Nutrição"
    "palavra_chave" => "CRESCIMENTO SOMÁTICO, ONTOGÊNESE DE REFLEXOS, CARACTERÍSTICAS FÍSICAS, RATO, RATO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD4_SA6_ID2357_21052018172804.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:32"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DANIELE ELISA LOPES MACHADO "
    "autor_nome_curto" => "DANIELE"
    "autor_email" => "daniele_raiodesol@hotmail"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 40931
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 661
    "inscrito_id" => 2357
    "titulo" => "CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE DANOS EM MODELO EXPERIMENTAL DE MICROCEFALIA ASSOCIADA ÀS SÍNDROMES CONGÊNITAS EM RATOS WISTAR"
    "resumo" => ": A microcefalia é caracterizada pelo crescimento anormal do crânio e seu critério diagnóstico é realizado pela circunferência frontal occipital da criança. Recentemente, houve um surto de microcefalia em crianças nas Américas. Não há estudos sobre critérios diagnósticos para microcefalia em modelos animais. Neste estudo, investigamos critérios diagnósticos compostos por crescimento somático, características físicas e ontogênese de reflexos em ratos submetidos a um modelo experimental de microcefalia. Para isso, as ratas fêmeas receberam o Busulfan (grupo B) (10 mg/kg/ 0,5 ml/100 g peso corporal) ou Azeite (grupo C) (0,5 ml / 100 g peso corporal) intraperitonealmente nos dias 12, 13, 14 da gestação (período inicial de desenvolvimento do córtex). Na prole dessas fêmeas foram avaliadas as medidas cranianas, características físicas e maturação dos reflexos do 1º dia (P1) pós-natal ao P21. Todas as medidas de crescimento somático de animais do grupo B foram menores que o grupo C em P1. Houve um atraso na erupção dos incisivos superiores e inferiores, na preensão palmar e na recuperação de decúbito dos filhotes do grupo B em relação ao grupo C. Os animais do grupo B classificados como não-microcefálicos também apresentaram atraso na maturação de características somáticas e reflexos. Esses dados reforçam a necessidade de estabelecer critérios não apenas morfológicos, mas também funcionais na avaliação de danos em modelos experimentais de microcefalia."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-06: Nutrição"
    "palavra_chave" => "CRESCIMENTO SOMÁTICO, ONTOGÊNESE DE REFLEXOS, CARACTERÍSTICAS FÍSICAS, RATO, RATO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD4_SA6_ID2357_21052018172804.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:32"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DANIELE ELISA LOPES MACHADO "
    "autor_nome_curto" => "DANIELE"
    "autor_email" => "daniele_raiodesol@hotmail"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 13 de junho de 2018

Resumo

: A microcefalia é caracterizada pelo crescimento anormal do crânio e seu critério diagnóstico é realizado pela circunferência frontal occipital da criança. Recentemente, houve um surto de microcefalia em crianças nas Américas. Não há estudos sobre critérios diagnósticos para microcefalia em modelos animais. Neste estudo, investigamos critérios diagnósticos compostos por crescimento somático, características físicas e ontogênese de reflexos em ratos submetidos a um modelo experimental de microcefalia. Para isso, as ratas fêmeas receberam o Busulfan (grupo B) (10 mg/kg/ 0,5 ml/100 g peso corporal) ou Azeite (grupo C) (0,5 ml / 100 g peso corporal) intraperitonealmente nos dias 12, 13, 14 da gestação (período inicial de desenvolvimento do córtex). Na prole dessas fêmeas foram avaliadas as medidas cranianas, características físicas e maturação dos reflexos do 1º dia (P1) pós-natal ao P21. Todas as medidas de crescimento somático de animais do grupo B foram menores que o grupo C em P1. Houve um atraso na erupção dos incisivos superiores e inferiores, na preensão palmar e na recuperação de decúbito dos filhotes do grupo B em relação ao grupo C. Os animais do grupo B classificados como não-microcefálicos também apresentaram atraso na maturação de características somáticas e reflexos. Esses dados reforçam a necessidade de estabelecer critérios não apenas morfológicos, mas também funcionais na avaliação de danos em modelos experimentais de microcefalia.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.