Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS E DO TRABALHO COLABORATIVO NO ENSINO DE BIOLOGIA: A VIVÊNCIA DO PROGRAMA GIRA MUNDO FINLÂNDIA EM SALA DE AULA

Palavra-chaves: TICS, TECNOLOGIA PARA EDUCAÇÃO, PBL, METODOLOGIAS ATIVAS, METODOLOGIAS ATIVAS Pôster (PO) GT 19 - Tecnologias e Educação Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Um dos maiores desafios da educação na atualidade é promover reformas que, de fato, acompanhem o desenvolvimento científico, tecnológico, social, cultural, econômico e ambiental, tendo em vista contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa, social e economicamente (SOUZA & DOURADO, 2015). A forma tradicional de se ensinar não atende mais às necessidades do atual cenário mundial. O ensino baseado em aulas tradicionais, na repetição, na memorização de fórmulas e conceitos, em testes meramente avaliativos, podem até fazer com que as notas dos alunos sejam boas, mas nada disso é suficiente se não desenvolverem as competências e habilidades exigidas na atual realidade mundial, que estão intimamente atreladas a capacidade de utilizar os meios de comunicação de forma produtiva e interconectada. Desta forma, nós mestres, precisamos adquirir e desenvolver estratégias mais flexíveis, eficazes que sejam abrangentes para o mundo globalizado, para que, desta forma, possamos superar os desafios do século 21 e as inúmeras transformações que nossas escolas vem passando durante essa transição das práticas pedagógicas, bem como a função social urgente de capacitar os indivíduos a serem capazes planejar e a resolver problemas. É nessa perspectiva que se justifica o desenvolvimento deste projeto, acreditando que as TICs unidas ao trabalho colaborativo são de utilidade imensa para a difusão do conhecimento e adesão pelos alunos na sala de aula, os transformando em agentes multiplicadores da informação, difundido o que é assimilado em sala para as suas redes sociais ou buscando nelas apoio para pesquisas em sala e em casa. O objetivo desse trabalho é estimular entre os alunos o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (redes sociais e afins) e do trabalho colaborativo para aperfeiçoamento e engajamento nas aulas de biologia e futuramente disseminar a ideia entre as demais disciplinas. Inicialmente o projeto será apresentado à comunidade escolar a fim de obter adesão, comprometimento e participação ativa de todos. A metodologia adotada será a Pesquisa – ação, Thiollent (2002) explica que, na pesquisa-ação os pesquisadores desempenham papel ativo na equação dos fatos, na avaliação das ações até a resolução dos problemas. O projeto está sendo desenvolvido na Escola Normal Padre Emídio Viana localizada, em Campina Grande-PB. A referida escola atende mais de 1200 alunos. Estão sendo utilizadas metodologias ativas de ensino como o trabalho em equipe, a aprendizagem baseada em problemas, o estudo centrado no aluno, além do uso de tecnologias digitais para sala de aula. O trabalho ainda está em andamento, mas é notório observar a melhoria no desempenho, bem como o engajamento dos alunos nas aulas. O ensino de forma tradicional não atrai mais nossos jovens, que estão conectados em tempo real com a notícia e desenvolvendo competências intrínsecas ao século XXI, desta forma, nós, professores, precisamos aprimorar nossa forma de ensinar, para que, assim, possamos adentrar à vida dos jovens e de suas aspirações.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.