Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 158
TEATRO E MATURIDADE: DIÁLOGOS ENTRE O ENSINO DE TEATRO E A EDUCAÇÃO AO LONGO DA VIDA

Palavra-chaves: VELHICE, TEATRO EDUCAÇÃO, JOGOS TEATRAIS Comunicação Oral (CO) GT 11 - Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade

Resumo

Este trabalho apresenta uma sistematização resultante de uma prática em Teatro Educação realizada ao longo de dois anos com um grupo de 15 idosos aposentados ou em período de pré-aposentadoria, participantes do projeto “Vida com Maturidade”, realizado pelo Departamento de Assistência e Saúde ao Servidor (UFRN). Propiciando uma reflexão pedagógica acerca das possibilidades que o Teatro oferece enquanto elemento motivador, articulador de interesses diversos e instrumento, por meio do qual, foi possível aperfeiçoar diferentes aspectos do projeto e as transformações pessoais resultantes desta experiência. Este processo propiciou abordar o potencial que as atividades teatrais representam para as transformações do “envelhecer”, reiterando a ideia de que os processos educativos podem se fazer presentes ao longo de toda vida. Trata-se de uma pesquisa-ação, de natureza qualitativa, na qual os Jogos Teatrais de Viola Spolin e Augusto Boal foram instrumentos pedagógicos de inclusão e de percepção individual e social. Os resultados desta pesquisa evidenciaram que, de forma geral, os elementos motivadores mais importantes que levaram os idosos a participarem do Grupo de Teatro foram: preencher o tempo livre, procurar atividades culturais e físicas, fugir da rotina e estimular o corpo e a mente, revelando que a participação nas atividades educativas do processo aqui relatado está profundamente ligada a aspectos como: conhecer uma nova área, aprender a partir do fazer, promover a inclusão social e mudanças de percepção a respeito do Teatro como área do conhecimento. Este trabalho tratou especificamente do Teatro-educação junto à pessoas idosas, se utilizando dos jogos teatrais que perpassou o elemento lúdico, o improviso, a conscientização corporal e as memórias afetivas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.