Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

PRÁTICAS SIGNIFICATIVAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: REPERTÓRIOS LÚDICOS

Palavra-chaves: SUJEITO CRIANÇA, CAMPOS DE EXPERIÊNCIA, SABERES CULTURAIS FORMATIVOS Comunicação Oral (CO) GT 09 - Educação Infantil
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 38324
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1560
    "inscrito_id" => 7033
    "titulo" => "PRÁTICAS SIGNIFICATIVAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: REPERTÓRIOS LÚDICOS"
    "resumo" => "Esse texto vem propor uma reflexão acerca do trabalho pedagógico e consequentemente, das práticas que se desenvolvem com material não estruturado na Educação Infantil. Elegemos as experiências com material não estruturado, na perspectiva de ressignificar nossos espaços, tempos e materiais infantis e assim, promover aprendizagens significativas para as crianças e professores considerando-os sujeitos produtores e produzidos em suas culturas advindas de seus cotidianos lúdicos. Em 2015, a Secretaria Municipal de Educação de Maceió – SEMED elegeu através das Orientações Curriculares para a Educação Infantil – OCEI/2015, campos de experiências para organizar o currículo da rede pública conforme DCNEI BRASIL Resolução CNE/CB 05/2009. Essa experiência pedagógica vem promovendo aprendizagens significativas para as crianças e professores considerando o repertório lúdico cultural infantil, enquanto, lócus rico em potencial para ampliarmos os saberes infantis e assegurarmos os direitos de aprendizagem e desenvolvimento das crianças. Nessa organização passamos a potencializar o interesse e interações das crianças, bem como, a compreensão dos “novos espaços, tempos e materiais” infantis. Desse modo, nossos parâmetros avaliativos voltaram-se para a interlocução das crianças durante a brincadeira escolhida, logo, para a observação, escuta sensível e registro acerca do que as crianças já sabem, na intencionalidade de problematizarmos as ações que se seguiram. Para fundamentar nossa discussão nos apoiamos na legislação que orienta a etapa da Educação Infantil na educação básica e em autores contemporâneos que tratam da temática em questão e subsidiam nossas discussões pedagógicas, pois, consideramos que, os brinquedos não estruturados, se definem pela espontaneidade infantil, com regras implícitas e, que merecem ser reconhecidas, enquanto saberes culturais formativos."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 09 - Educação Infantil"
    "palavra_chave" => "SUJEITO CRIANÇA, CAMPOS DE EXPERIÊNCIA, SABERES CULTURAIS FORMATIVOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA9_ID7033_10092017223935.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:10"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LÚCIA DE MENDONÇA RIBEIRO"
    "autor_nome_curto" => "LUCIA M RIBEIRO"
    "autor_email" => "lucia_0707@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "0000"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 38324
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1560
    "inscrito_id" => 7033
    "titulo" => "PRÁTICAS SIGNIFICATIVAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: REPERTÓRIOS LÚDICOS"
    "resumo" => "Esse texto vem propor uma reflexão acerca do trabalho pedagógico e consequentemente, das práticas que se desenvolvem com material não estruturado na Educação Infantil. Elegemos as experiências com material não estruturado, na perspectiva de ressignificar nossos espaços, tempos e materiais infantis e assim, promover aprendizagens significativas para as crianças e professores considerando-os sujeitos produtores e produzidos em suas culturas advindas de seus cotidianos lúdicos. Em 2015, a Secretaria Municipal de Educação de Maceió – SEMED elegeu através das Orientações Curriculares para a Educação Infantil – OCEI/2015, campos de experiências para organizar o currículo da rede pública conforme DCNEI BRASIL Resolução CNE/CB 05/2009. Essa experiência pedagógica vem promovendo aprendizagens significativas para as crianças e professores considerando o repertório lúdico cultural infantil, enquanto, lócus rico em potencial para ampliarmos os saberes infantis e assegurarmos os direitos de aprendizagem e desenvolvimento das crianças. Nessa organização passamos a potencializar o interesse e interações das crianças, bem como, a compreensão dos “novos espaços, tempos e materiais” infantis. Desse modo, nossos parâmetros avaliativos voltaram-se para a interlocução das crianças durante a brincadeira escolhida, logo, para a observação, escuta sensível e registro acerca do que as crianças já sabem, na intencionalidade de problematizarmos as ações que se seguiram. Para fundamentar nossa discussão nos apoiamos na legislação que orienta a etapa da Educação Infantil na educação básica e em autores contemporâneos que tratam da temática em questão e subsidiam nossas discussões pedagógicas, pois, consideramos que, os brinquedos não estruturados, se definem pela espontaneidade infantil, com regras implícitas e, que merecem ser reconhecidas, enquanto saberes culturais formativos."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 09 - Educação Infantil"
    "palavra_chave" => "SUJEITO CRIANÇA, CAMPOS DE EXPERIÊNCIA, SABERES CULTURAIS FORMATIVOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA9_ID7033_10092017223935.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:10"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LÚCIA DE MENDONÇA RIBEIRO"
    "autor_nome_curto" => "LUCIA M RIBEIRO"
    "autor_email" => "lucia_0707@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "0000"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Esse texto vem propor uma reflexão acerca do trabalho pedagógico e consequentemente, das práticas que se desenvolvem com material não estruturado na Educação Infantil. Elegemos as experiências com material não estruturado, na perspectiva de ressignificar nossos espaços, tempos e materiais infantis e assim, promover aprendizagens significativas para as crianças e professores considerando-os sujeitos produtores e produzidos em suas culturas advindas de seus cotidianos lúdicos. Em 2015, a Secretaria Municipal de Educação de Maceió – SEMED elegeu através das Orientações Curriculares para a Educação Infantil – OCEI/2015, campos de experiências para organizar o currículo da rede pública conforme DCNEI BRASIL Resolução CNE/CB 05/2009. Essa experiência pedagógica vem promovendo aprendizagens significativas para as crianças e professores considerando o repertório lúdico cultural infantil, enquanto, lócus rico em potencial para ampliarmos os saberes infantis e assegurarmos os direitos de aprendizagem e desenvolvimento das crianças. Nessa organização passamos a potencializar o interesse e interações das crianças, bem como, a compreensão dos “novos espaços, tempos e materiais” infantis. Desse modo, nossos parâmetros avaliativos voltaram-se para a interlocução das crianças durante a brincadeira escolhida, logo, para a observação, escuta sensível e registro acerca do que as crianças já sabem, na intencionalidade de problematizarmos as ações que se seguiram. Para fundamentar nossa discussão nos apoiamos na legislação que orienta a etapa da Educação Infantil na educação básica e em autores contemporâneos que tratam da temática em questão e subsidiam nossas discussões pedagógicas, pois, consideramos que, os brinquedos não estruturados, se definem pela espontaneidade infantil, com regras implícitas e, que merecem ser reconhecidas, enquanto saberes culturais formativos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo

Infelizmente, não conseguimos localizar o arquivo para download. Mas não se preocupe, nossa equipe já foi notificada do problema e já estamos trabalhando para a resolução! Tente novamente mais tarde!

Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.