Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

OS SABERES EXPERIENCIAIS DE REFERÊNCIA E O VIR A SER DOCENTE

Palavra-chaves: SABERES EXPERIENCIAIS, SABERES EXPERIENCIAIS DE REFERÊNCIA, TORNAR-SE PROFESSOR Comunicação Oral (CO) GT 01 - Formação de Professores
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 38125
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 2623
    "inscrito_id" => 2094
    "titulo" => "OS SABERES EXPERIENCIAIS DE REFERÊNCIA E O VIR A SER DOCENTE"
    "resumo" => "Neste artigo, são apresentados alguns dos resultados obtidos através da pesquisa de mestrado já defendida que teve como título: como me tornei professor: os saberes experienciais docentes e as histórias de vida de professores não licenciados. Esta pesquisa foi realizada em duas partes, a primeira, por meio da escrita (auto)biográfica das histórias de vida temática de 6 professores, e a segunda através de um questionário biográfico temático-reflexivo respondido por 302 professores. Neste estudo buscou-se compreender o processo do vir a ser docente, tendo como base a compreensão da constitutividade docente, a partir dos saberes experienciais, que foram subdivididos em saberes experienciais de referência e saberes experienciais da prática, onde observou-se quais as influências, desejos e motivações para o direcionamento à docência, bem como as dificuldades e superações dos anos iniciais da prática. Dentre os resultados obtidos na pesquisa de mestrado, pode-se destacar a influência das aprendizagens de referência tidas pelos professores enquanto estes eram alunos, onde surge a admiração pela profissão, bem como a referência do modus de ser professor e relacionar-se com os alunos. Também foi possível depreender quais os sujeitos de maior influência para a escolha da docência, no caso dos não-licenciados, foram os professores do período universitário. No que diz respeito ao início da prática, ficou evidente que a multiplicidade de oferta dos Institutos Federais passa a ser um fator de dificuldade para os profissionais não-licenciados. Ainda no que diz respeito à escolha da profissão, ficaram marcadas as perspectivas de direcionamento à docência por oportunidade/necessidade ou desejo/ vocação. Por fim, pode-se concluir que tornar-se professor é um processo que antecede o acesso à sala de aula, e que se dá na superação das próprias dificuldades, ao mesmo tempo que pode ser percebido mediante o sucesso dos alunos, mas que sobretudo se estabelece em um processo continnum perante a impermanência de um eterno vir a ser de aprendizagens e experiências."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 01 - Formação de Professores"
    "palavra_chave" => "SABERES EXPERIENCIAIS, SABERES EXPERIENCIAIS DE REFERÊNCIA, TORNAR-SE PROFESSOR"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA1_ID2094_15092017143423.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:10"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VIANA PATRICIO BARBOSA NETO"
    "autor_nome_curto" => "VIANA PATRICIO"
    "autor_email" => "vianapatricio@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE (UFRN)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 38125
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 2623
    "inscrito_id" => 2094
    "titulo" => "OS SABERES EXPERIENCIAIS DE REFERÊNCIA E O VIR A SER DOCENTE"
    "resumo" => "Neste artigo, são apresentados alguns dos resultados obtidos através da pesquisa de mestrado já defendida que teve como título: como me tornei professor: os saberes experienciais docentes e as histórias de vida de professores não licenciados. Esta pesquisa foi realizada em duas partes, a primeira, por meio da escrita (auto)biográfica das histórias de vida temática de 6 professores, e a segunda através de um questionário biográfico temático-reflexivo respondido por 302 professores. Neste estudo buscou-se compreender o processo do vir a ser docente, tendo como base a compreensão da constitutividade docente, a partir dos saberes experienciais, que foram subdivididos em saberes experienciais de referência e saberes experienciais da prática, onde observou-se quais as influências, desejos e motivações para o direcionamento à docência, bem como as dificuldades e superações dos anos iniciais da prática. Dentre os resultados obtidos na pesquisa de mestrado, pode-se destacar a influência das aprendizagens de referência tidas pelos professores enquanto estes eram alunos, onde surge a admiração pela profissão, bem como a referência do modus de ser professor e relacionar-se com os alunos. Também foi possível depreender quais os sujeitos de maior influência para a escolha da docência, no caso dos não-licenciados, foram os professores do período universitário. No que diz respeito ao início da prática, ficou evidente que a multiplicidade de oferta dos Institutos Federais passa a ser um fator de dificuldade para os profissionais não-licenciados. Ainda no que diz respeito à escolha da profissão, ficaram marcadas as perspectivas de direcionamento à docência por oportunidade/necessidade ou desejo/ vocação. Por fim, pode-se concluir que tornar-se professor é um processo que antecede o acesso à sala de aula, e que se dá na superação das próprias dificuldades, ao mesmo tempo que pode ser percebido mediante o sucesso dos alunos, mas que sobretudo se estabelece em um processo continnum perante a impermanência de um eterno vir a ser de aprendizagens e experiências."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 01 - Formação de Professores"
    "palavra_chave" => "SABERES EXPERIENCIAIS, SABERES EXPERIENCIAIS DE REFERÊNCIA, TORNAR-SE PROFESSOR"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA1_ID2094_15092017143423.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:10"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VIANA PATRICIO BARBOSA NETO"
    "autor_nome_curto" => "VIANA PATRICIO"
    "autor_email" => "vianapatricio@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE (UFRN)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

Neste artigo, são apresentados alguns dos resultados obtidos através da pesquisa de mestrado já defendida que teve como título: como me tornei professor: os saberes experienciais docentes e as histórias de vida de professores não licenciados. Esta pesquisa foi realizada em duas partes, a primeira, por meio da escrita (auto)biográfica das histórias de vida temática de 6 professores, e a segunda através de um questionário biográfico temático-reflexivo respondido por 302 professores. Neste estudo buscou-se compreender o processo do vir a ser docente, tendo como base a compreensão da constitutividade docente, a partir dos saberes experienciais, que foram subdivididos em saberes experienciais de referência e saberes experienciais da prática, onde observou-se quais as influências, desejos e motivações para o direcionamento à docência, bem como as dificuldades e superações dos anos iniciais da prática. Dentre os resultados obtidos na pesquisa de mestrado, pode-se destacar a influência das aprendizagens de referência tidas pelos professores enquanto estes eram alunos, onde surge a admiração pela profissão, bem como a referência do modus de ser professor e relacionar-se com os alunos. Também foi possível depreender quais os sujeitos de maior influência para a escolha da docência, no caso dos não-licenciados, foram os professores do período universitário. No que diz respeito ao início da prática, ficou evidente que a multiplicidade de oferta dos Institutos Federais passa a ser um fator de dificuldade para os profissionais não-licenciados. Ainda no que diz respeito à escolha da profissão, ficaram marcadas as perspectivas de direcionamento à docência por oportunidade/necessidade ou desejo/ vocação. Por fim, pode-se concluir que tornar-se professor é um processo que antecede o acesso à sala de aula, e que se dá na superação das próprias dificuldades, ao mesmo tempo que pode ser percebido mediante o sucesso dos alunos, mas que sobretudo se estabelece em um processo continnum perante a impermanência de um eterno vir a ser de aprendizagens e experiências.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.