Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O USO DA EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE SOLUÇÕES

Palavra-chaves: METODOLOGIA EXPERIMENTAL, ENSINO DE QUÍMICA, SOLUÇÕES Comunicação Oral (CO) GT 16 – Ensino de Ciências
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 37961
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 3323
    "inscrito_id" => 6051
    "titulo" => "O USO DA EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE SOLUÇÕES"
    "resumo" => "O ensino de Química é de grande relevância, pois é uma ciência que está inserida em diversos setores, sejam eles nas áreas industriais, farmacêuticas ou alimentícias. Mesmo assim, apesar da grande influência da química na sociedade, os alunos ainda sentem bastante dificuldade em compreender essa disciplina e a consideram como uma das mais difíceis. Desse modo, sabendo da grande dificuldade enfrentada pelos alunos em aprender química, em consequência do modo tradicional do ensino, como decorar fórmulas, resolver problemas matemáticos e aulas exaustivas de teoria, é interessante utilizar outras metodologias que ajudem não apenas a mudar o termo de “Química é difícil”, mas também, motivar os alunos a gostarem mais da disciplina. Logo, o objetivo desse estudo é utilizar a metodologia experimental da química para verificar o desempenho dos alunos sobre o conteúdo de Soluções. Sendo assim, para esse estudo foi elaborada uma sequência didática dividida em três dias, para um total de 5 aulas com 45 minutos/cada. Os sujeitos de estudo foram 30 alunos da 2ª série do Ensino Médio, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio José Rolderick dos Santos, localizada na cidade de Nova Floresta - PB. Para o primeiro dia foi realizada uma aula levantando as concepções prévias dos alunos sobre o tema Soluções e feita a exposição dos principais conceitos. No segundo dia foi aplicado um questionário contendo 6 questões subjetivas sobre o tema da sequência, no qual os estudantes juntaram-se em dupla para respondê-lo. No terceiro e último dia aplicamos alguns experimentos, onde realizamos juntamente com os alunos o preparo e a diluição de uma solução de Sulfato de Cobre (CuSO4) e reaplicamos o questionário aplicado na aula anterior (dia 2), e pedimos que eles respondessem com a mesma dupla. Então, a partir das respostas obtidas através dos questionários, verificou-se que na primeira aplicação do questionário (dia 2) o número de questões erradas e não respondidas foi alto em relação as questões que os alunos acertaram, entretanto, quando reaplicado o questionário após a aula experimental, o índice de questões corretas aumentou satisfatoriamente, resultando em um desempenho bastante significativo."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 16 – Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "METODOLOGIA EXPERIMENTAL, ENSINO DE QUÍMICA, SOLUÇÕES"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA16_ID6051_11102017001532.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOSEFA VANESSA DOS SANTOS ARAÚJO"
    "autor_nome_curto" => "VANESSA ARAÚJO"
    "autor_email" => "vaneessaif@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 37961
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 3323
    "inscrito_id" => 6051
    "titulo" => "O USO DA EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE SOLUÇÕES"
    "resumo" => "O ensino de Química é de grande relevância, pois é uma ciência que está inserida em diversos setores, sejam eles nas áreas industriais, farmacêuticas ou alimentícias. Mesmo assim, apesar da grande influência da química na sociedade, os alunos ainda sentem bastante dificuldade em compreender essa disciplina e a consideram como uma das mais difíceis. Desse modo, sabendo da grande dificuldade enfrentada pelos alunos em aprender química, em consequência do modo tradicional do ensino, como decorar fórmulas, resolver problemas matemáticos e aulas exaustivas de teoria, é interessante utilizar outras metodologias que ajudem não apenas a mudar o termo de “Química é difícil”, mas também, motivar os alunos a gostarem mais da disciplina. Logo, o objetivo desse estudo é utilizar a metodologia experimental da química para verificar o desempenho dos alunos sobre o conteúdo de Soluções. Sendo assim, para esse estudo foi elaborada uma sequência didática dividida em três dias, para um total de 5 aulas com 45 minutos/cada. Os sujeitos de estudo foram 30 alunos da 2ª série do Ensino Médio, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio José Rolderick dos Santos, localizada na cidade de Nova Floresta - PB. Para o primeiro dia foi realizada uma aula levantando as concepções prévias dos alunos sobre o tema Soluções e feita a exposição dos principais conceitos. No segundo dia foi aplicado um questionário contendo 6 questões subjetivas sobre o tema da sequência, no qual os estudantes juntaram-se em dupla para respondê-lo. No terceiro e último dia aplicamos alguns experimentos, onde realizamos juntamente com os alunos o preparo e a diluição de uma solução de Sulfato de Cobre (CuSO4) e reaplicamos o questionário aplicado na aula anterior (dia 2), e pedimos que eles respondessem com a mesma dupla. Então, a partir das respostas obtidas através dos questionários, verificou-se que na primeira aplicação do questionário (dia 2) o número de questões erradas e não respondidas foi alto em relação as questões que os alunos acertaram, entretanto, quando reaplicado o questionário após a aula experimental, o índice de questões corretas aumentou satisfatoriamente, resultando em um desempenho bastante significativo."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 16 – Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "METODOLOGIA EXPERIMENTAL, ENSINO DE QUÍMICA, SOLUÇÕES"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA16_ID6051_11102017001532.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOSEFA VANESSA DOS SANTOS ARAÚJO"
    "autor_nome_curto" => "VANESSA ARAÚJO"
    "autor_email" => "vaneessaif@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

O ensino de Química é de grande relevância, pois é uma ciência que está inserida em diversos setores, sejam eles nas áreas industriais, farmacêuticas ou alimentícias. Mesmo assim, apesar da grande influência da química na sociedade, os alunos ainda sentem bastante dificuldade em compreender essa disciplina e a consideram como uma das mais difíceis. Desse modo, sabendo da grande dificuldade enfrentada pelos alunos em aprender química, em consequência do modo tradicional do ensino, como decorar fórmulas, resolver problemas matemáticos e aulas exaustivas de teoria, é interessante utilizar outras metodologias que ajudem não apenas a mudar o termo de “Química é difícil”, mas também, motivar os alunos a gostarem mais da disciplina. Logo, o objetivo desse estudo é utilizar a metodologia experimental da química para verificar o desempenho dos alunos sobre o conteúdo de Soluções. Sendo assim, para esse estudo foi elaborada uma sequência didática dividida em três dias, para um total de 5 aulas com 45 minutos/cada. Os sujeitos de estudo foram 30 alunos da 2ª série do Ensino Médio, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio José Rolderick dos Santos, localizada na cidade de Nova Floresta - PB. Para o primeiro dia foi realizada uma aula levantando as concepções prévias dos alunos sobre o tema Soluções e feita a exposição dos principais conceitos. No segundo dia foi aplicado um questionário contendo 6 questões subjetivas sobre o tema da sequência, no qual os estudantes juntaram-se em dupla para respondê-lo. No terceiro e último dia aplicamos alguns experimentos, onde realizamos juntamente com os alunos o preparo e a diluição de uma solução de Sulfato de Cobre (CuSO4) e reaplicamos o questionário aplicado na aula anterior (dia 2), e pedimos que eles respondessem com a mesma dupla. Então, a partir das respostas obtidas através dos questionários, verificou-se que na primeira aplicação do questionário (dia 2) o número de questões erradas e não respondidas foi alto em relação as questões que os alunos acertaram, entretanto, quando reaplicado o questionário após a aula experimental, o índice de questões corretas aumentou satisfatoriamente, resultando em um desempenho bastante significativo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.