Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA – PIBID COMO PROCESSO INICIAL NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: PIBID, PROGRAMA, PROFESSORES, ALUNO Pôster (PO) GT 01 - Formação de Professores Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A Educação Básica é de suma importância no processo de desenvolvimento cognitivo, pois incentiva a capacidade, criatividade e habilidades de muitos jovens e crianças, sendo o professor o principal responsável pela construção de conhecimentos e formação desses cidadãos. O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) é um dos projetos financiados pela CAPES em parceria com o Ministério da Educação e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) como o objetivo de contribuir na formação inicial de professores com estímulo à docência aos licenciandos das diferentes áreas do conhecimento. Diante da importância da inserção dos licenciados no ambiente escolar, o objetivo desse trabalho foi destacar as experiências vivenciadas no PIBID desenvolvido em duas escolas da rede Estadual de Ensino no município de Guarabira – PB. O Projeto Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID/Subprojeto de Pedagogia da UEPB Campus III, a partir de encontros de preparação dos bolsistas na universidade foi desenvolvido na Escola Estadual de Ensino Fundamental Deputado Gustavo Amorim da Costa e na Escola Estadual de Ensino Fundamental Desembargador Pedro Bandeira ambas situadas na cidade Guarabira – PB em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba. As atividades foram desenvolvidas em etapas onde primeiro foi realizado o diagnóstico da escola para assim escolher a temática a ser trabalhada por meio de um projeto. Além de cada projeto, o grupo de bolsistas também elaborou um cronograma e ações a serem trabalhadas durante a vigência de cada projeto temático desenvolvidos no segundo semestre de 2016 e primeiro semestre de 2017. As ações realizadas envolveram adivinhas, atividades escritas, aulas expositivas, aulas de campo, oficinas para confecção de cartazes, oficinas para confecção de maquetes e jogos, construção de paródias, debates em sala de aula, dinâmica em grupo, exibição de filmes e documentários, leitura de textos, oficinas relacionadas ao tema, palestras, preparação de dramatização acerca de temáticas em estudo, atividades com a música, dança, desenho, gravuras, oficinas para confecção de fantasias, rodas leitura e rodas de conversas. Diante toda dedicação para o desenvolvimento das atividades do PIBID, acredita-se que ele em si traz uma perspectiva de envolver educandos no contexto de aprendizagem contínua e centrada nas necessidades de sua realidade. O grupo de bolsistas buscou enfatizar as disciplinas de, em especial, Língua Portuguesa e Matemática, possibilitando um leque de conhecimentos no que diz respeito ao ensino e aprendizagem e o rendimento escolar de cada aluno. Considerando os relatos apresentados nas páginas anteriores é possível afirmar que o PIBID passou a ser conhecido e reconhecido não só pelos professores, funcionários e alunos das escolas nas quais o Programa foi desenvolvido, mas por toda comunidade escolar.Onde eles passaram a perceber e valorizar as ações desenvolvidas e seus resultados positivos na aprendizagem e no desenvolvimento dos alunos das escolas envolvidas como o referido Programa.A partir do exposto anteriormente, afirma-se que o PIBID proporciona um resgate da função da escola. Este Programa apresenta-se como uma oportunidade de experiência profissional, na qual os bolsistas aprendem que podem solucionar problemas através de ações criativas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.