Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O JOGO DAS ARGOLAS TRIGONOMÉTRICAS: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO DA TRIGONOMETRIA

Palavra-chaves: TRIGONOMETRIA, JOGOS, ENSINO DA MATEMÁTICA, ENSINO MÉDIO Comunicação Oral (CO) GT 13 - Educação Matemática Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O presente trabalho vem apresentar os resultados de uma investigação realizada numa escola estadual da rede pública do município de Rio Tinto-PB, cujo objetivo foi utilizar um jogo denominado de Jogo das Argolas Trigonométricas com intuito de aprimorar o cálculo mental, memorizar valores usuais de funções trigonométricas, facilitar o cálculo das relações e identidades trigonométricas, entre outros. O objetivo era confeccionar um jogo com itens de baixo custo e de fácil obtenção, tais como: fitas adesivas coloridas, garrafas pets de 2 litros, água, corante, argolas plásticas, entre outros. A metodologia utilizada nessa investigação caracteriza-se como pesquisa exploratória, cujo tamanho da amostra foram 24 alunos do 2° ano do Ensino Médio da escola pesquisada. O desenvolvimento da pesquisa foi delineado em quatro etapas, durante a aplicação das atividades na sala de aula, ficou explícito o interesse, envolvimento e entusiasmo dos participantes, tornando-se evidente a partir dos questionamentos e observações que foram levantadas ao decorrer da oficina, por parte dos alunos e de nós, bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), da UFPB/Matemática/Campus IV. Ao final da pesquisa foi possível perceber que o objetivo da pesquisa foi atingido, uma vez que os alunos ao utilizar o jogo das Argolas Trigonométricas, tiveram a oportunidade rever o conteúdo, de forma divertida, manusear relações simples de funções trigonométricas em arcos fundamentais, realizar cálculo mental dos valores de ângulos, aprofundar conceitos e procedimentos trigonométricos, formular estratégias, despertando assim o interesse e a curiosidade em aprender a Trigonometria, dimensionando um novo olhar para a matemática.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.