Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O ENSINO DE RADIOATIVIDADE NA PERSPECTIVA DE UMA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: DESAFIOS DE UMA AVALIAÇÃO QUE FAÇA SENTIDO

Palavra-chaves: ENSINO DE CIÊNCIAS, MAPA CONCEITUAL, ESTRATÉGIA DE ENSINO Comunicação Oral (CO) GT 16 – Ensino de Ciências Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O ensino de radioatividade na educação básica acontece no ensino médio, geralmente na área da físico-química nas aulas de química, com alguma complementação nas aulas de física na parte de física moderna. Por ser uma temática que envolve partículas, nem sempre é possível encontrar recursos didáticos que possam auxiliar na promoção do ensino de radioatividade que se torne significativo. Nesta perspectiva os estudantes apresentam grande tendência em decorar fórmulas e apresentar nas avaliações números que simplesmente representam uma visão circunstancial do assunto que eles acabaram de estudar. Neste trabalho serão apresentadas algumas discussões sobre a avaliação como um instrumento que vise auxiliar os estudantes na construção do conhecimento na perspectiva de uma aprendizagem significativa. Nesta direção mapas conceituais foram utilizados como instrumento de avaliação e foram comparados com uma avaliação convencional de conteúdo. Os resultados mostraram que existe uma lacuna importante entre o que o estudante representa nos mapas conceituais e seu desempenho na avaliação convencional. Tal resultado mostra a importância de o professor refletir sobre o instrumento de avaliação escolhido e como este, de fato, pode se tornar mais uma etapa na construção do conhecimento.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.