Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O ENSINO DE QUÍMICA NA VISÃO DOS ESTUDANTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE CUITÉ-PB

Palavra-chaves: ENSINO DE QUÍMICA, CONCEPÇÕES, ESTUDANTES Comunicação Oral (CO) GT 16 – Ensino de Ciências Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O ensino da Química deve ocorrer de maneira contextualizada, contribuindo para facilitar o estudo dos conceitos químicos em articulação com temas presentes no contexto sociocultural do estudante. Entretanto, tem se percebido que os conteúdos têm sido trabalhados de maneira distante e sem ligações diretas com as situações presentes no dia a dia dos alunos, o que possivelmente causa desmotivação, gerando uma aprendizagem mecânica. Deste modo, torna-se importante diagnosticar quais as causas que tem provocado as dificuldades de aprendizagem dos estudantes, já que elas podem estar ligadas à natureza do conhecimento prévio ou a dificuldade do estudante dar significado aos conceitos que irão aprender, além das ligações entre a demanda ou complexidade de uma atividade a ser aprendida e a capacidade do estudante para saber organizar e processar informações, como também a aptidão linguística, falta de afinidade entre o estilo de aprendizagem do estudante e a didática do professor. Pensando nestas questões, este trabalho de pesquisa tem como objetivo diagnosticar como tem sido trabalhado o ensino de Química na concepção dos alunos de uma escola pública do Município de Cuité-PB. A pesquisa pode ser caracterizada como um estudo de caso de natureza quali-quantitativa. Desta forma, foram analisadas as respostas dadas por um total de 127 alunos entrevistados que responderam a 9 perguntas, dentre elas 1 discursiva e 8 fechadas. Os resultados revelam que uma parte significativa dos estudantes não gostam de Química, o que pode gerar desmotivação e falta de interesse pela disciplina. A maioria não se sentem motivados para estudá-la, enquanto outros não atribuíram importância a ela, não apresentando exemplos do seu cotidiano. Alguns avaliam de forma negativa as avaliações realizadas pelos professores de Química, como também foi observado que os professores utilizam os recursos mais tradicionais em suas aulas, tais como: livros, resolução de problemas, quadro pincel. É importante destacar a implantação de ações que visem melhorar o ensino de Química na referida escola.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.