Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

LIMITES E POSSIBILIDADES DA INSERÇÃO DA RACIONALIDADE ÉTICO-COMUNICATIVA NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

Palavra-chaves: ETHOS DIALÓGICO, RACIONALIDADE ÉTICO-COMUNICATIVA, ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 17 – Ensino e suas interseções
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 37345
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 465
    "inscrito_id" => 5931
    "titulo" => "LIMITES E POSSIBILIDADES DA INSERÇÃO DA RACIONALIDADE ÉTICO-COMUNICATIVA NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO"
    "resumo" => """
      O objetivo deste artigo é analisar os limites e possibilidades de inserção da Racionalidade Ético-Comunicativa no ensino de Administração tendo como base algumas vivencia nas aulas de Ética nas organizações numa universidade pública na Bahia. Para isto, buscamos aporte na teoria da Ação Comunicativa de Habermas e de maneira específica na criação de um ethos dialógico nas atividades didático-pedagógicas. Neste sentido, partimos de uma reflexão sobre a Racionalidade Ético-Comunicativa que apresenta os elementos cognitivo-instrumental, prático-moral, e também as relações intersubjetivas entre atores sociais na busca do entendimento na dimensão ético-moral, política, cultural, econômica e educativa. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa e, de maneira mais específica uma variação da pesquisa-ação. Os instrumentos de pesquisa foram: observação participante e questionário. A coleta de dados ocorreu no segundo semestre de 2016, na disciplina Ética nas Organizações num total de 34 discentes.  A partir da análise destacamos as possibilidades e limites da inserção da Racionalidade Ético-Comunicativa. Em relação às possibilidades destaca-se: a) abertura do discente para o  novo, uma abordagem didático-pedagógica criativa que incentive o lado reflexivo e dialógico, a administração de si mesmo, o pensamento crítico, uma ação prática voltada para a realidade social e organizacional emergente; b) um clima de renovação que perpassa as diversas esferas da instituição. A junção desses dois fatores propicia a democratização das relações sociais no processo ensino-aprendizagem dando-lhe uma configuração humanizada e emancipatória. Em relação aos limites podemos enfatizar: a) a hegemonia de práticas pedagógicas tradicionais no ensino de administração, com características instrumentais – mecanicistas com  viés heterônomo; b) que apesar do currículo institucional englobar a disciplina Ética nas Organizações a ética é abordada de maneira pontual quando essa temática  deveria ter seu espaço de reflexão visto a crise ético-moral que atravessa as instituições do país com reflexos nefastos para toda as áreas e dimensões sociais; c) a postura do discente, que em boa parte já incorporou uma abordagem didático-pedagógica heterônoma e apresenta resistência, muitas vezes inconsciente a uma abordagem pautado em valores emancipatórios que tem como premissa básica a autonomia moral e intelectual do educando.   \r\n
           Finalizando podemos dizer que é grande a contribuição da inserção da Racionalidade Ético-Comunicativa no ensino de Administração, mas esta deve ser uma postura a ser adotado pela Instituição lembrando que existem muitas barreiras que precisam ser vencidas ao longo deste caminho.
      """
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 17 – Ensino e suas interseções"
    "palavra_chave" => "ETHOS DIALÓGICO, RACIONALIDADE ÉTICO-COMUNICATIVA, ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA17_ID5931_20082017123808.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:22"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:08"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "REYNALDO JOSUE DE PAULA"
    "autor_nome_curto" => "REYNALDO"
    "autor_email" => "rjpadm@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 37345
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 465
    "inscrito_id" => 5931
    "titulo" => "LIMITES E POSSIBILIDADES DA INSERÇÃO DA RACIONALIDADE ÉTICO-COMUNICATIVA NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO"
    "resumo" => """
      O objetivo deste artigo é analisar os limites e possibilidades de inserção da Racionalidade Ético-Comunicativa no ensino de Administração tendo como base algumas vivencia nas aulas de Ética nas organizações numa universidade pública na Bahia. Para isto, buscamos aporte na teoria da Ação Comunicativa de Habermas e de maneira específica na criação de um ethos dialógico nas atividades didático-pedagógicas. Neste sentido, partimos de uma reflexão sobre a Racionalidade Ético-Comunicativa que apresenta os elementos cognitivo-instrumental, prático-moral, e também as relações intersubjetivas entre atores sociais na busca do entendimento na dimensão ético-moral, política, cultural, econômica e educativa. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa e, de maneira mais específica uma variação da pesquisa-ação. Os instrumentos de pesquisa foram: observação participante e questionário. A coleta de dados ocorreu no segundo semestre de 2016, na disciplina Ética nas Organizações num total de 34 discentes.  A partir da análise destacamos as possibilidades e limites da inserção da Racionalidade Ético-Comunicativa. Em relação às possibilidades destaca-se: a) abertura do discente para o  novo, uma abordagem didático-pedagógica criativa que incentive o lado reflexivo e dialógico, a administração de si mesmo, o pensamento crítico, uma ação prática voltada para a realidade social e organizacional emergente; b) um clima de renovação que perpassa as diversas esferas da instituição. A junção desses dois fatores propicia a democratização das relações sociais no processo ensino-aprendizagem dando-lhe uma configuração humanizada e emancipatória. Em relação aos limites podemos enfatizar: a) a hegemonia de práticas pedagógicas tradicionais no ensino de administração, com características instrumentais – mecanicistas com  viés heterônomo; b) que apesar do currículo institucional englobar a disciplina Ética nas Organizações a ética é abordada de maneira pontual quando essa temática  deveria ter seu espaço de reflexão visto a crise ético-moral que atravessa as instituições do país com reflexos nefastos para toda as áreas e dimensões sociais; c) a postura do discente, que em boa parte já incorporou uma abordagem didático-pedagógica heterônoma e apresenta resistência, muitas vezes inconsciente a uma abordagem pautado em valores emancipatórios que tem como premissa básica a autonomia moral e intelectual do educando.   \r\n
           Finalizando podemos dizer que é grande a contribuição da inserção da Racionalidade Ético-Comunicativa no ensino de Administração, mas esta deve ser uma postura a ser adotado pela Instituição lembrando que existem muitas barreiras que precisam ser vencidas ao longo deste caminho.
      """
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 17 – Ensino e suas interseções"
    "palavra_chave" => "ETHOS DIALÓGICO, RACIONALIDADE ÉTICO-COMUNICATIVA, ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA17_ID5931_20082017123808.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:22"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:08"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "REYNALDO JOSUE DE PAULA"
    "autor_nome_curto" => "REYNALDO"
    "autor_email" => "rjpadm@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar os limites e possibilidades de inserção da Racionalidade Ético-Comunicativa no ensino de Administração tendo como base algumas vivencia nas aulas de Ética nas organizações numa universidade pública na Bahia. Para isto, buscamos aporte na teoria da Ação Comunicativa de Habermas e de maneira específica na criação de um ethos dialógico nas atividades didático-pedagógicas. Neste sentido, partimos de uma reflexão sobre a Racionalidade Ético-Comunicativa que apresenta os elementos cognitivo-instrumental, prático-moral, e também as relações intersubjetivas entre atores sociais na busca do entendimento na dimensão ético-moral, política, cultural, econômica e educativa. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa e, de maneira mais específica uma variação da pesquisa-ação. Os instrumentos de pesquisa foram: observação participante e questionário. A coleta de dados ocorreu no segundo semestre de 2016, na disciplina Ética nas Organizações num total de 34 discentes. A partir da análise destacamos as possibilidades e limites da inserção da Racionalidade Ético-Comunicativa. Em relação às possibilidades destaca-se: a) abertura do discente para o novo, uma abordagem didático-pedagógica criativa que incentive o lado reflexivo e dialógico, a administração de si mesmo, o pensamento crítico, uma ação prática voltada para a realidade social e organizacional emergente; b) um clima de renovação que perpassa as diversas esferas da instituição. A junção desses dois fatores propicia a democratização das relações sociais no processo ensino-aprendizagem dando-lhe uma configuração humanizada e emancipatória. Em relação aos limites podemos enfatizar: a) a hegemonia de práticas pedagógicas tradicionais no ensino de administração, com características instrumentais – mecanicistas com viés heterônomo; b) que apesar do currículo institucional englobar a disciplina Ética nas Organizações a ética é abordada de maneira pontual quando essa temática deveria ter seu espaço de reflexão visto a crise ético-moral que atravessa as instituições do país com reflexos nefastos para toda as áreas e dimensões sociais; c) a postura do discente, que em boa parte já incorporou uma abordagem didático-pedagógica heterônoma e apresenta resistência, muitas vezes inconsciente a uma abordagem pautado em valores emancipatórios que tem como premissa básica a autonomia moral e intelectual do educando. Finalizando podemos dizer que é grande a contribuição da inserção da Racionalidade Ético-Comunicativa no ensino de Administração, mas esta deve ser uma postura a ser adotado pela Instituição lembrando que existem muitas barreiras que precisam ser vencidas ao longo deste caminho.

Compartilhe:

Visualização do Artigo

Infelizmente, não conseguimos localizar o arquivo para download. Mas não se preocupe, nossa equipe já foi notificada do problema e já estamos trabalhando para a resolução! Tente novamente mais tarde!

Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.