Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SARAH KUBITSCHEK. ONTEM, HOJE E SEMPRE!?

Palavra-chaves: ESCOLA NORMAL, HISTÓRIA, TRAJETÓRIA Comunicação Oral (CO) GT 03 - História da Educação Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Desde 1835 a Escola Normal ocupa lugar de destaque na educação brasileira. No Rio de Janeiro foi criada a primeira Escola Normal na província de Niterói. Em 1880 o Distrito Federal recebe sua Escola Normal. Em 1959 foi inaugurada a Escola Normal Sarah Kubitschek (ENSK), nas dependências da Escola Municipal Venezuela. Em 1960 recebe sua primeira sede. E em 1974 foi inaugurada sua sede definitiva pelo Governador Chagas Freitas. Na década de 1970 passa a ser denominada por Instituto de Educação Sarah Kubitschek (IESK), contando com um grande número de ex-alunos que lecionam na região. Nos anos 90 tem uma expansão recorde com ampliação do número de vagas e em 2000 alcança o ápice de 7.281 alunos. A falta de registros dificulta a consolidação da memória institucional (documentos anteriores aos anos 2000 foram queimados). Esse resgate foi possível a partir de relatos de ex-alunos e ex-professores (participaram oito ex-alunos, alguns desses, professores nos dias atuais, que estudaram em tempos diferentes, e também uma inspetora dos anos 80), que lembraram entre outros aspectos, o comprometimento dos alunos que ingressaram no Instituto através de concurso nas décadas 1970 e 1980. Buscou-se triangular os dados coletados, e como resultado, verificou-se que o curso Normal oferecido atualmente não prepara os futuros professores para exercer a atividade docente. Os participantes comparam o passado e o presente como uma estrutura que vai morrendo aos poucos. Também apontam como retrocesso a falta de prova de seleção para ingresso, o que contribui para aceitação de alunos que não têm compromisso com a profissão.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.