Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

INSERÇÃO DE ATIVIDADES PRÁTICAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS NO CONTEXTO DO ESTÁGIO DOCENTE- RELATO DE EXPERIÊNCIA.

Palavra-chaves: PRÁTICA DE ENSINO, ATIVIDADES PRÁTICAS, FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Pôster (PO) GT 16 – Ensino de Ciências Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

As práticas mais tradicionais ainda estão presentes no cotidiano de boa parte das salas de aula de nosso país, entretanto o desafio de buscar novos caminhos e linguagens metodológicas é consenso no meio educacional. Uma das formas de tornar as aulas mais dinâmicas e participativas é a inserção de atividades práticas, reafirmando a centralidade no estudante e nas possibilidades de construir conhecimento. O presente trabalho tem relevância ao analisar a inserção de atividades práticas no Ensino de Ciências, considerando como campo de observação o estágio vivenciado na formação inicial de professores. Nessa direção, definem-se como focos da pesquisa as habilidades docentes e as respostas discentes produzidas a partir da realização de atividades experimentais. O trabalho foi realizado em duas turmas dos anos finais do ensino fundamental, 9° ano A e B da Escola Municipal Maurina Rodrigues do Santos, localizada no município de Passira-Pe. Foram realizadas atividades em que os estudantes puderam estabelecer conexão entre a dimensão teórica e a prática, tendo como referências teóricas os ácidos, bases e o potencial hidrogeniônico. No 9° ano A foi realizado o experimento “Indicador de ácido-base com extrato de repolho roxo”, já na turma B foi realizado o experimento “Sopro mágico”. A primeira turma participou executando as atividades em grupos e a segunda a demonstração agregou todos os estudantes. Nas situações descritas foram observados o envolvimento e participação dos estudantes que, motivados, estabeleceram conexões com o cotidiano e com outros elementos teóricos. A intervenção também desafio os futuros professores a testarem um conjunto de competências e habilidades necessárias à execução de atividades em que os estudantes assumem a condição de protagonistas e responsáveis diretos pela construção de novos saberes. Novas abordagens metodológicas, pautadas em sequências didáticas que contemplem a dimensão prática, são essenciais para a renovação da escola de nossos dias e formação de futuros professores conectados com as demandas contemporâneas e atentos a um futuro que já se anuncia.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.