Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

EMPREGABILIDADE NO CURSO SUPERIOR DE AGRONEGÓCIO: DA GRADUAÇÃO AO MERCADO DE TRABALHO.

Palavra-chaves: AGRONEGOCIO, EMPREGABILIDADE, GRADUAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 02 - Didática, Currículo e Política Educacional Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O agronegócio hoje é uma das atividades de maior destaque no cenário mundial, sobretudo em países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. No Brasil, já existem diversos cursos em nível de graduação, pós-graduação e especialização em agronegócio, que formam profissionais aptos ao desenvolvimento das atividades requeridas pelo setor. Mesmo sendo relativamente uma nova área dentro das instituições de ensino, os cursos de agronegócio têm tido grandes demandas por formarem profissionais com um novo perfil para o mercado de trabalho e justamente por possuírem um perfil multidisciplinar, o que é de grande relevância para a maioria das organizações do agronegócio. Neste estudo, objetivou-se correlacionar o perfil dos alunos formados no Tecnólogo em Agronegócio pelo Instituto Federal do Tocantins, com o perfil demandado pelo mercado de trabalho. Para a coleta de dados, foram elaborados questionários os quais foram aplicados aos alunos que já se formaram, para identificar sua atuação no mercado e também, aos principais empresários de agronegócio do estado de Tocantins. Além disso, foi realizada uma análise da grade curricular do curso, com o objetivo de identificar o foco do curso e quais disciplinas e/ou áreas estão sendo mais ofertadas. Concluiu-se que é necessário que os acadêmicos compreendam o agronegócio não apenas de uma maneira técnica, mas sim, a partir de uma visão sistêmica, em que entendam o funcionamento de todo sistema agroindustrial, e não apenas alguns macrossegmentos restritos. Verificou-se que os empresários esperam que os profissionais utilizem-se das ferramentas gerenciais de maneira a compreender a dinâmica de funcionamento das cadeias agroindustriais, de forma a torná-las mais eficientes e eficazes. Devido a essa demanda identificada na literatura, este estudo procurou trazer uma noção de como o IFTO/Campus Palmas e a academia tem contribuído para a formação de profissionais que desejam atuar no segmento do agronegócio.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.