Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

COMPORTAMENTOS AGRESSIVOS E DESENVOLVIMENTO EMPÁTICO NA INFÂNCIA: INTERVENÇÃO EDUCACIONAL

Palavra-chaves: EMPATIA, COMPORTAMENTOS AGRESSIVOS, INFÂNCIA, EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 18 - Educação Emocional
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1638
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 36177
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 798
    "inscrito_id" => 2112
    "titulo" => "COMPORTAMENTOS AGRESSIVOS E DESENVOLVIMENTO EMPÁTICO NA INFÂNCIA: INTERVENÇÃO EDUCACIONAL"
    "resumo" => "A empatia é compreendida por M. Hoffman como uma habilidade social que propicia ao sujeito a experiência de se pôr no lugar do outro. Em relação ao termo agressão, não existe um consenso claro a respeito de sua definição, podendo ser utilizado para indicar desde um comportamento confiante, vigoroso e empreendedor, a um que magoa, fere ou destrói. Este trabalho tem como objetivo promover o desenvolvimento empático infantil tendo em vista a diminuição de comportamentos agressivos. Trata-se de uma pesquisa-intervenção realizada com crianças do 4º ano do ensino fundamental de uma escola pública da cidade de Campina Grande-PB, com idades entre 8 e 10 anos. Os dados obtidos foram registrados em um Diário de campo e analisados com base na análise de conteúdo de L. Bardin. Para promover a empatia, as intervenções realizadas foram organizadas em 4 etapas, a saber: 1) Sensibilização (com uso do desenho animado); 2) Vivência (com o uso do Quadro das emoções/Psicodrama); 3) Expressão artística (com o uso de massa de modelar/desenho livre) e 4) Roda de conversa. Os resultados demonstraram que é possível, dentro do ambiente escolar, ajudar as crianças a lidarem com os comportamentos agressivos por intermédio do desenvolvimento empático. Defende-se que a escola deve ter como foco principal as aprendizagens acadêmicas, mas não pode, de forma nenhuma, negligenciar o desenvolvimento de habilidades sociais, como a empatia e a socialização. Por fim, com base nos resultados, propõe-se uma parceria entre a família e a escola com o objetivo fomentar uma cultura de paz, com base no respeito e no cuidado."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 18 - Educação Emocional"
    "palavra_chave" => "EMPATIA, COMPORTAMENTOS AGRESSIVOS, INFÂNCIA, EDUCAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA18_ID2112_05092017115521.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ADRIANA SOUSA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "ADRIANA SOUSA"
    "autor_email" => "adriana.s.sousa@outlook.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 36177
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 798
    "inscrito_id" => 2112
    "titulo" => "COMPORTAMENTOS AGRESSIVOS E DESENVOLVIMENTO EMPÁTICO NA INFÂNCIA: INTERVENÇÃO EDUCACIONAL"
    "resumo" => "A empatia é compreendida por M. Hoffman como uma habilidade social que propicia ao sujeito a experiência de se pôr no lugar do outro. Em relação ao termo agressão, não existe um consenso claro a respeito de sua definição, podendo ser utilizado para indicar desde um comportamento confiante, vigoroso e empreendedor, a um que magoa, fere ou destrói. Este trabalho tem como objetivo promover o desenvolvimento empático infantil tendo em vista a diminuição de comportamentos agressivos. Trata-se de uma pesquisa-intervenção realizada com crianças do 4º ano do ensino fundamental de uma escola pública da cidade de Campina Grande-PB, com idades entre 8 e 10 anos. Os dados obtidos foram registrados em um Diário de campo e analisados com base na análise de conteúdo de L. Bardin. Para promover a empatia, as intervenções realizadas foram organizadas em 4 etapas, a saber: 1) Sensibilização (com uso do desenho animado); 2) Vivência (com o uso do Quadro das emoções/Psicodrama); 3) Expressão artística (com o uso de massa de modelar/desenho livre) e 4) Roda de conversa. Os resultados demonstraram que é possível, dentro do ambiente escolar, ajudar as crianças a lidarem com os comportamentos agressivos por intermédio do desenvolvimento empático. Defende-se que a escola deve ter como foco principal as aprendizagens acadêmicas, mas não pode, de forma nenhuma, negligenciar o desenvolvimento de habilidades sociais, como a empatia e a socialização. Por fim, com base nos resultados, propõe-se uma parceria entre a família e a escola com o objetivo fomentar uma cultura de paz, com base no respeito e no cuidado."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 18 - Educação Emocional"
    "palavra_chave" => "EMPATIA, COMPORTAMENTOS AGRESSIVOS, INFÂNCIA, EDUCAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA18_ID2112_05092017115521.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ADRIANA SOUSA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "ADRIANA SOUSA"
    "autor_email" => "adriana.s.sousa@outlook.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A empatia é compreendida por M. Hoffman como uma habilidade social que propicia ao sujeito a experiência de se pôr no lugar do outro. Em relação ao termo agressão, não existe um consenso claro a respeito de sua definição, podendo ser utilizado para indicar desde um comportamento confiante, vigoroso e empreendedor, a um que magoa, fere ou destrói. Este trabalho tem como objetivo promover o desenvolvimento empático infantil tendo em vista a diminuição de comportamentos agressivos. Trata-se de uma pesquisa-intervenção realizada com crianças do 4º ano do ensino fundamental de uma escola pública da cidade de Campina Grande-PB, com idades entre 8 e 10 anos. Os dados obtidos foram registrados em um Diário de campo e analisados com base na análise de conteúdo de L. Bardin. Para promover a empatia, as intervenções realizadas foram organizadas em 4 etapas, a saber: 1) Sensibilização (com uso do desenho animado); 2) Vivência (com o uso do Quadro das emoções/Psicodrama); 3) Expressão artística (com o uso de massa de modelar/desenho livre) e 4) Roda de conversa. Os resultados demonstraram que é possível, dentro do ambiente escolar, ajudar as crianças a lidarem com os comportamentos agressivos por intermédio do desenvolvimento empático. Defende-se que a escola deve ter como foco principal as aprendizagens acadêmicas, mas não pode, de forma nenhuma, negligenciar o desenvolvimento de habilidades sociais, como a empatia e a socialização. Por fim, com base nos resultados, propõe-se uma parceria entre a família e a escola com o objetivo fomentar uma cultura de paz, com base no respeito e no cuidado.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.