Artigo Anais V FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

ESTILOS DE APRENDIZAGEM: UMA ANALISE COM ALUNOS DA PÓS-GRADUAÇÃO PRESENCIAL DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM SALVADOR, BAHIA

Palavra-chaves: ESTILOS DE APRENDIZAGEM, ENSINO E APRENDIZAGEM, FELDER-SILVERMAN Comunicação Oral(CO) GT 18 - PSICOLOGIA EDUCACIONAL, QUEIXA ESCOLAR E APRENDIZAGEM
"2013-06-26 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 3609
    "edicao_id" => 12
    "trabalho_id" => 253
    "inscrito_id" => 1080
    "titulo" => "ESTILOS DE APRENDIZAGEM: UMA ANALISE COM ALUNOS DA  PÓS-GRADUAÇÃO PRESENCIAL DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM SALVADOR, BAHIA"
    "resumo" => "Este artigo analisa os estilos dominantes de aprendizagem numa amostra de alunos da pós-graduação presencial, compreendendo que os estilos de aprendizagem constituem-se em algo peculiar ao indivíduo, pois aponta como este elabora a construção do conhecimento em suas estruturas cognitivas. O conhecimento dos estilos de aprendizagem dos alunos é relevante para os docentes  visto que possibilitam direcionar as estratégias mediadoras  que melhor contribuam para o processo de ensino e aprendizagem. Com uma abordagem metodológica quantitativa, este estudo utiliza como fonte de dados uma pesquisa de campo em uma amostra não probabilística de 104 alunos da pós-graduação presencial. Como instrumento de coleta de dados utilizou-se o modelo Felder-Silverman com o seu questionário ILS – Index Of Learning Styles que contempla 44 questões dicotômicas. Os principais resultados demonstram predominância nos estilos de  aprendizagem ativo (83%), sensorial (95%), visual (54%) e sequencial (76%). O estudo conclui que tal predominância de preferência pelos estilos de aprendizagem ativo, sensorial, visual e sequencial revelam a urgência de ressignificação das estratégias de ensino e aprendizagem comumente utilizadas na pós-graduação."
    "modalidade" => "Comunicação Oral(CO)"
    "area_tematica" => "GT 18 - PSICOLOGIA EDUCACIONAL, QUEIXA ESCOLAR E APRENDIZAGEM"
    "palavra_chave" => "ESTILOS DE APRENDIZAGEM, ENSINO E APRENDIZAGEM, FELDER-SILVERMAN"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Trabalho_Comunicacao_oral_idinscrito_1080_cd061e7249db80b74f6a404c30d8ea03.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:49"
    "updated_at" => "2020-06-22 12:41:28"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "EMERSON CARLOS FERREIRA DA SILVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "EMERSON SILVEIRA"
    "autor_email" => "mekko11@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIFACS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-fiped"
    "edicao_nome" => "Anais V FIPED"
    "edicao_evento" => "V Fórum Internacional de Pedagogia"
    "edicao_ano" => 2013
    "edicao_pasta" => "anais/fiped/2013"
    "edicao_logo" => "5e49af3f279a5_16022020180815.jpg"
    "edicao_capa" => "5f186e4232e3f_22072020135010.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2013-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 1
    "publicacao_nome" => "Revista FIPED"
    "publicacao_codigo" => "2316-1086"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 3609
    "edicao_id" => 12
    "trabalho_id" => 253
    "inscrito_id" => 1080
    "titulo" => "ESTILOS DE APRENDIZAGEM: UMA ANALISE COM ALUNOS DA  PÓS-GRADUAÇÃO PRESENCIAL DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM SALVADOR, BAHIA"
    "resumo" => "Este artigo analisa os estilos dominantes de aprendizagem numa amostra de alunos da pós-graduação presencial, compreendendo que os estilos de aprendizagem constituem-se em algo peculiar ao indivíduo, pois aponta como este elabora a construção do conhecimento em suas estruturas cognitivas. O conhecimento dos estilos de aprendizagem dos alunos é relevante para os docentes  visto que possibilitam direcionar as estratégias mediadoras  que melhor contribuam para o processo de ensino e aprendizagem. Com uma abordagem metodológica quantitativa, este estudo utiliza como fonte de dados uma pesquisa de campo em uma amostra não probabilística de 104 alunos da pós-graduação presencial. Como instrumento de coleta de dados utilizou-se o modelo Felder-Silverman com o seu questionário ILS – Index Of Learning Styles que contempla 44 questões dicotômicas. Os principais resultados demonstram predominância nos estilos de  aprendizagem ativo (83%), sensorial (95%), visual (54%) e sequencial (76%). O estudo conclui que tal predominância de preferência pelos estilos de aprendizagem ativo, sensorial, visual e sequencial revelam a urgência de ressignificação das estratégias de ensino e aprendizagem comumente utilizadas na pós-graduação."
    "modalidade" => "Comunicação Oral(CO)"
    "area_tematica" => "GT 18 - PSICOLOGIA EDUCACIONAL, QUEIXA ESCOLAR E APRENDIZAGEM"
    "palavra_chave" => "ESTILOS DE APRENDIZAGEM, ENSINO E APRENDIZAGEM, FELDER-SILVERMAN"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Trabalho_Comunicacao_oral_idinscrito_1080_cd061e7249db80b74f6a404c30d8ea03.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:49"
    "updated_at" => "2020-06-22 12:41:28"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "EMERSON CARLOS FERREIRA DA SILVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "EMERSON SILVEIRA"
    "autor_email" => "mekko11@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIFACS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-fiped"
    "edicao_nome" => "Anais V FIPED"
    "edicao_evento" => "V Fórum Internacional de Pedagogia"
    "edicao_ano" => 2013
    "edicao_pasta" => "anais/fiped/2013"
    "edicao_logo" => "5e49af3f279a5_16022020180815.jpg"
    "edicao_capa" => "5f186e4232e3f_22072020135010.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2013-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 1
    "publicacao_nome" => "Revista FIPED"
    "publicacao_codigo" => "2316-1086"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 26 de junho de 2013

Resumo

Este artigo analisa os estilos dominantes de aprendizagem numa amostra de alunos da pós-graduação presencial, compreendendo que os estilos de aprendizagem constituem-se em algo peculiar ao indivíduo, pois aponta como este elabora a construção do conhecimento em suas estruturas cognitivas. O conhecimento dos estilos de aprendizagem dos alunos é relevante para os docentes visto que possibilitam direcionar as estratégias mediadoras que melhor contribuam para o processo de ensino e aprendizagem. Com uma abordagem metodológica quantitativa, este estudo utiliza como fonte de dados uma pesquisa de campo em uma amostra não probabilística de 104 alunos da pós-graduação presencial. Como instrumento de coleta de dados utilizou-se o modelo Felder-Silverman com o seu questionário ILS – Index Of Learning Styles que contempla 44 questões dicotômicas. Os principais resultados demonstram predominância nos estilos de aprendizagem ativo (83%), sensorial (95%), visual (54%) e sequencial (76%). O estudo conclui que tal predominância de preferência pelos estilos de aprendizagem ativo, sensorial, visual e sequencial revelam a urgência de ressignificação das estratégias de ensino e aprendizagem comumente utilizadas na pós-graduação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.