Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 250
ANÁLISE DOS CONTEÚDOS DE BOTÂNICA EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Palavra-chaves: LIVRO DIDÁTICO, ENSINO DE BOTÂNICA, ERROS CONCEITUAIS Pôster (PO) GT 16 – Ensino de Ciências Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O presente estudo tencionou verificar a abordagem dos conteúdos de Botânica em livros didáticos de Ciências (7º ano) do Ensino Fundamental, com o intuito de avaliar a ocorrência destes conteúdos, assim como as conceituações propostas pelos livros, tendo como referencial o arcabouço teórico das disciplinas de Botânica no Ensino Superior (Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas). O uso frequente dos livros didáticos (LD) no ensino de Ciências é uma realidade vista rotineiramente em diversas instituições. Devido a isso, é preciso ter cautela no momento de utilizá-los como recurso de apoio didático, sendo necessário conhecer antecipadamente a abordagem e as sequências didáticas que serão utilizadas para trabalhar determinados conteúdos em sala. Desta forma, são requisitados livros didáticos que apresentem conteúdos coerentes, ou seja, livres de falhas conceituais. Foram selecionados e analisados quatro livros didáticos de Ciências do sétimo ano do Ensino Fundamental. Os livros foram verificados de acordo com a abordagem dos conteúdos de Botânica nos textos padrão, em esquemas e em textos complementares. A análise foi feita tendo como referencial teórico os livros de Ensino Superior “Botânica: Organografia” e “Raven - Biologia Vegetal”. Foram verificados quais conteúdos botânicos foram contemplados em cada livro, bem como conceitos e definições quanto ao seu uso correto. Com base nos livros do Ensino Superior, foram discriminados 220 conteúdos específicos englobando os temas Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas, Angiospermas e Ciclo de Vida que podem compor os conteúdos dos LD referentes à Botânica. Nos LD analisados os conteúdos estão divididos em capítulos de acordo com os quatro grandes grupos vegetais Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas, sendo o último grupo mais detalhado nos quatro LD. Erros conceituais foram mais frequentes em LD com menor abordagem de conteúdos, enquanto LD mais abrangentes apresentaram menor ocorrência de insuficiências nos conteúdos de Botânica, em comparação com os conteúdos vistos no Ensino Superior. O LD de Ciências é uma importante ferramenta de apoio pedagógico, portanto deve apresentar informações seguras, livres de erros conceituais e sem reducionismo dos conteúdos. Desta forma, dois dos livros analisados compreenderam ferramentas de apoio melhores conceituadas em detrimento dos outros dois.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.