Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A LUDICIDADE MEDIANDO A APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, APRENDIZAGEM, LÚDICO, JOGOS Comunicação Oral (CO) GT 13 - Educação Matemática
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 35462
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4876
    "inscrito_id" => 4049
    "titulo" => "A LUDICIDADE MEDIANDO A APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL"
    "resumo" => "Observamos ainda hoje que, na vivência escolar a criança é coagida a aprender num clima de opressão e austeridade. O ambiente educacional na qual a criança está inserida, deverá será ser adequada ao seu mundo infantil, dispondo de um espaço propicio ao desenvolvimento cognitivo, possibilitando fluir suas experiências e tropeços, alegrando-se e brincando enquanto aprende. Fala-se muito das atividades lúdicas na educação e evidencia-se essa busca nos múltiplos compêndios com a intenção de ressaltar esses esforços. O objetivo desse trabalho é apresentar uma trajetória sobre o lúdico, classificando os jogos que poderão ser explorados na Matemática de acordo com sua funcionalidade, estabelecendo-se um parâmetro entre o trabalho e o lazer. Apresenta-se ainda o relato de uma oficina de jogos, aplicado numa turma de 9º ano da Escola Nelson Araújo, localizada no distrito do Exú, interior pernambucano. Para a realização do trabalho em tela, a fundamentação teórica foi baseada em diversos autores, dentre os quais destacamos: Jean Piaget, Luckesi e Kamii, os quais tornaram possível a concretização deste trabalho. Vislumbra-se o desejo que a escola não seja o lugar onde se tem que aprender, mas o lugar onde se aprende melhor e com mais propriedade. Os resultados obtidos por meio desta pesquisa nos levam a concluir que o aprender pode e deve ser um caminho que instigue a curiosidade e o desejo de descobrir. Quando o ato de ensinar é forçado, sem graça e revestido de autoritarismo o processo é desagradável e pode levar a problemas sérios aos alunos. O conhecimento quando instigado por caminhos valendo-se das brincadeiras, imitação própria da idade infantil, vê-se que a aprendizagem se realizar no nível de leveza, descontração e participação, que é o que torna a aprendizagem saudável e gratificante."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 13 - Educação Matemática"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO, APRENDIZAGEM, LÚDICO, JOGOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA13_ID4049_17102017125524.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:01"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA IZABEL DOMINGOS DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "IZABEL DOMINGOS"
    "autor_email" => "domingosbel@bol.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI (URCA)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 35462
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4876
    "inscrito_id" => 4049
    "titulo" => "A LUDICIDADE MEDIANDO A APRENDIZAGEM EM MATEMÁTICA NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL"
    "resumo" => "Observamos ainda hoje que, na vivência escolar a criança é coagida a aprender num clima de opressão e austeridade. O ambiente educacional na qual a criança está inserida, deverá será ser adequada ao seu mundo infantil, dispondo de um espaço propicio ao desenvolvimento cognitivo, possibilitando fluir suas experiências e tropeços, alegrando-se e brincando enquanto aprende. Fala-se muito das atividades lúdicas na educação e evidencia-se essa busca nos múltiplos compêndios com a intenção de ressaltar esses esforços. O objetivo desse trabalho é apresentar uma trajetória sobre o lúdico, classificando os jogos que poderão ser explorados na Matemática de acordo com sua funcionalidade, estabelecendo-se um parâmetro entre o trabalho e o lazer. Apresenta-se ainda o relato de uma oficina de jogos, aplicado numa turma de 9º ano da Escola Nelson Araújo, localizada no distrito do Exú, interior pernambucano. Para a realização do trabalho em tela, a fundamentação teórica foi baseada em diversos autores, dentre os quais destacamos: Jean Piaget, Luckesi e Kamii, os quais tornaram possível a concretização deste trabalho. Vislumbra-se o desejo que a escola não seja o lugar onde se tem que aprender, mas o lugar onde se aprende melhor e com mais propriedade. Os resultados obtidos por meio desta pesquisa nos levam a concluir que o aprender pode e deve ser um caminho que instigue a curiosidade e o desejo de descobrir. Quando o ato de ensinar é forçado, sem graça e revestido de autoritarismo o processo é desagradável e pode levar a problemas sérios aos alunos. O conhecimento quando instigado por caminhos valendo-se das brincadeiras, imitação própria da idade infantil, vê-se que a aprendizagem se realizar no nível de leveza, descontração e participação, que é o que torna a aprendizagem saudável e gratificante."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 13 - Educação Matemática"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO, APRENDIZAGEM, LÚDICO, JOGOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA13_ID4049_17102017125524.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:01"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA IZABEL DOMINGOS DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "IZABEL DOMINGOS"
    "autor_email" => "domingosbel@bol.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI (URCA)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

Observamos ainda hoje que, na vivência escolar a criança é coagida a aprender num clima de opressão e austeridade. O ambiente educacional na qual a criança está inserida, deverá será ser adequada ao seu mundo infantil, dispondo de um espaço propicio ao desenvolvimento cognitivo, possibilitando fluir suas experiências e tropeços, alegrando-se e brincando enquanto aprende. Fala-se muito das atividades lúdicas na educação e evidencia-se essa busca nos múltiplos compêndios com a intenção de ressaltar esses esforços. O objetivo desse trabalho é apresentar uma trajetória sobre o lúdico, classificando os jogos que poderão ser explorados na Matemática de acordo com sua funcionalidade, estabelecendo-se um parâmetro entre o trabalho e o lazer. Apresenta-se ainda o relato de uma oficina de jogos, aplicado numa turma de 9º ano da Escola Nelson Araújo, localizada no distrito do Exú, interior pernambucano. Para a realização do trabalho em tela, a fundamentação teórica foi baseada em diversos autores, dentre os quais destacamos: Jean Piaget, Luckesi e Kamii, os quais tornaram possível a concretização deste trabalho. Vislumbra-se o desejo que a escola não seja o lugar onde se tem que aprender, mas o lugar onde se aprende melhor e com mais propriedade. Os resultados obtidos por meio desta pesquisa nos levam a concluir que o aprender pode e deve ser um caminho que instigue a curiosidade e o desejo de descobrir. Quando o ato de ensinar é forçado, sem graça e revestido de autoritarismo o processo é desagradável e pode levar a problemas sérios aos alunos. O conhecimento quando instigado por caminhos valendo-se das brincadeiras, imitação própria da idade infantil, vê-se que a aprendizagem se realizar no nível de leveza, descontração e participação, que é o que torna a aprendizagem saudável e gratificante.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.