Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 201
A LITERATURA DE CORDEL COMO INSTRUMENTO EDUCATIVO DO PIBID

Palavra-chaves: PIBID, CORDEL, ENSINO, FOUCAULT Comunicação Oral (CO) GT 17 – Ensino e suas interseções Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Neste artigo é discutida a importância da literatura de cordel como meio de relevância cultural, social, histórico e até mesmo didático no âmbito das salas de aula. É trabalhada o prestigio do cordel como opção para o professor, em especial o de Historia, fugir do método de ensino tradicional e aderir a inovações inseridas no cenário escolar. É abordada também a influência dessa literatura através do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) do curso de História/UEPB, na Escola Estadual de Ensino Fundamental Senador Humberto Lucena, localizada no bairro do Novo Cruzeiro, Campina Grande - PB, nas turmas do 9° ano A e 9° ano B. Desse modo, a experiência desenvolvida no processo de ensino-aprendizagem da referida escola fez uso desse tipo de literatura através do PIBID, para trabalhar os aspectos do regionalismo, bem como dos movimentos sociais que assolaram a Primeira República, especialmente no Nordeste, a exemplo do cangaço. Dessa maneira, o uso da literatura de cordel também abriu espaço para o desenvolvimento da criatividade do alunado, trabalhando, além dos cordéis já prontos, com a confecção de novos e o desenho de xilogravuras a partir de temas previamente propostos; no nosso, caso o cangaço. Diante dessa proposta, os resultados foram satisfatórios, se não é que podemos dizer surpreendentes. Defronte de todo esse cenário houve um dialogo com a perspectiva de Michel Foucault, colocando sua relação poder/saber, relação essa responsável pela produção da subjetividade contemporânea. Foi amparado por esse referencial teórico e buscando a analise de toda essa perspectiva que o trabalho se desenvolveu

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.