Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 306
A FILOSOFIA PARA OS GIGANTES DA FÍSICA: O PERIGO DA AUSÊNCIA DO PENSAMENTO CRÍTICO

Palavra-chaves: FILOSOFIA DOS FÍSICOS, FILOSOFIA DOS FILÓSOFOS, PENSAMENTO CRÍTICO, TEORIA DO CONHECIMENTO Comunicação Oral (CO) GT 17 – Ensino e suas interseções Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Esta pesquisa acadêmica, de cunho bibliográfico, apresenta algumas ideias filosóficas, ressaltando as ideias advindas do pensador Immanuel Kant, relacionando-as a física natural, numa concepção geral do pensamento crítico, com a filosofia contemporânea. Postergando o interesse em alcançar o objetivo da pesquisa, adquirimos a segurança em apresentar todos os pontos segundo uma percepção em nível de graduação, ou seja, esse trabalho é aparentemente generalizado, mas não temos o penhor para tal afirmação. Assim, o presente artigo tem como intento provocar uma reflexão sobre a ausência do pensamento crítico na filosofia dos físicos, considerando o conhecimento das primeiras causas no que tange o acaso do pensamento. A filosofia na perspectiva universal é o amor pelo saber; é o pensamento crítico cognitivo e consciente. Para alguns físicos não basta apenas amar o saber, questão bastante polêmica, e com certeza discursiva. Existe, portanto, uma distinção explicita nos tipos de raciocínios dos genuínos filósofos e dos filósofos físicos. Portanto, nesta reflexão, entende-se que o absentismo analítico no pensamento de alguns grandes cientistas é perigoso em determinados momentos, pois em muitos casos pode dificultar o caminho para o êxito.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.