Artigo Anais V FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

CRIATIVO OU INTELIGENTE? SENTIDOS E SIGNIFICADOS DE PROFESSORES DE ARTES DA MOCRORREGIÃO DE FLORIANO/PI ACERCA DAS QUEIXAS ESCOLARES

Palavra-chaves: ENSINO DE ARTES, INTELIGÊNCIA, APRENDIZAGEM Comunicação Oral(CO) GT 18 - PSICOLOGIA EDUCACIONAL, QUEIXA ESCOLAR E APRENDIZAGEM Publicado em 26 de junho de 2013

Resumo

Neste artigo são analisadas concepções de professores de Artes Visuais propondo-se estabelecer reflexões sobre o ensino nas escolas públicas da microrregião de Floriano/PI. O estudo foi realizado por meio de uma pesquisa de campo, que se utilizou de um questionário semidirigido aplicado em professores lecionam Artes em Floriano-PI, assim como em cidades circundantes à região. Os resultados evidenciam que em grande parte as concepções dos professores acerca das dificuldades de aprendizagem estão relacionadas à falta de interesse dos alunos; igualmente, associa-se ao conceito de criatividade nem sempre ligado à inteligência em termos de operacionalização das práticas de ensino e aprendizagem, a fim de que o objetivo do Ensino de Artes seja atingido. Portanto, a pesquisa revela certa desvalorização, e consequente desmotivação e desinteresse dos alunos quanto ao aprendizado da disciplina, além da falta de recursos pedagógicos específicos, evidenciando-se, muitas vezes, o despreparo dos educadores frente a essa mediação pedagógica.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.